Lucro líquido da Gerdau soma R$ 6,9 bilhões em 2023

05/03/2024
Os investimentos da Gerdau alcançaram R$ 5,7 bilhões em 2023, dos quais R$ 3,2 bilhões foram destinados a manutenção e R$ 2,5 bilhões em projetos de expansão e atualização tecnológica.
Gustavo Werneck, diretor-presidente (CEO) da Gerdau.

 

A Gerdau obteve Ebitda ajustado de R$ 13,5 bilhões, com margem Ebitda ajustada de 19,6% em 2023. O lucro líquido ajustado somou R$ 6,9 bilhões, enquanto a receita líquida atingiu R$ 68,9 bilhões no último ano. Já, as vendas físicas de aço alcançaram 11,3 milhões de toneladas em 2023. No quarto trimestre do último ano, a Gerdau registrou Ebitda ajustado de R$ 2 bilhões, com margem Ebitda ajustada de 13,9%, lucro líquido ajustado de R$ 732,2 milhões, enquanto a receita líquida da Companhia alcançou R$ 14,7 bilhões, com as vendas físicas de aço totalizando 2,7 milhões de toneladas. “A Gerdau obteve um Ebitda ajustado de R$ 13,5 bilhões em 2023, reportando mais um ano de um balanço saudável e de resultados financeiros sólidos, principalmente em função do desempenho na América do Norte. Seguimos focados em um novo ciclo de desenvolvimento sustentável, nos concentrando no crescimento e na competitividade de ativos com maior potencial de geração de valor no longo prazo para nossos clientes e demais stakeholders”, afirma Gustavo Werneck, diretor-presidente (CEO) da Gerdau.

Os investimentos da Gerdau alcançaram R$ 5,7 bilhões em 2023, dos quais R$ 3,2 bilhões foram destinados a manutenção e R$ 2,5 bilhões em projetos de expansão e atualização tecnológica. Do total investido no ano passado, R$ 1,1 bilhão foram alocados na expansão de ativos florestais, atualização e aprimoramento de controles ambientais, incrementos tecnológicos que resultam em eficiência energética e redução de emissões de gases de efeito estufa. Para 2024, o novo plano de investimentos da Gerdau está estimado no valor de R$ 6 bilhões, contemplando projetos CAPEX voltados à manutenção, expansão e atualização tecnológica de suas operações. Do total previsto para este ano, os investimentos que apresentam retornos ambientais superam R$ 790 milhões. “Temos um balanço sólido, com baixa alavancagem, construído ao longo dos últimos anos através de uma rigorosa disciplina em alocação de capital. Estamos atentos aos cenários futuros e, caso necessário, revisaremos nosso plano de Investimentos Estratégicos de acordo”, diz Rafael Japur, CFO da Gerdau.

Na área de sustentabilidade, a Gerdau conseguiu alcançar nota A- no reporte do módulo Mudanças Climáticas do ciclo de 2023 do CDP, entidade referência mundial na avaliação de ações sustentáveis. Com essa nota, a Companhia atingiu o nível de liderança no tema, ficando acima da média global e do setor de metais e metalurgia, reforçando seu comprometimento com a transparência e seu compromisso com a redução das emissões de gases de efeito estufa (GEE). Entre as ações reportadas junto ao CDP está o uso de biocoque, fonte de energia renovável e alternativa ao carvão metalúrgico, na unidade produtora de aço localizada em Ouro Branco (MG), e o desenvolvimento da calculadora de emissões de GEE, aplicável a projetos de investimentos acima de US$ 1,5 milhão. Adicionalmente, no módulo Segurança Hídrica, a Gerdau manteve, em 2023, a nota B-, acima da média global e do setor de metais e metalurgia. Além disso, a Gerdau foi selecionada, pela terceira vez, para integrar a carteira do Índice Carbono Eficiente (ICO2) da B3. A manutenção da Gerdau no índice reconhece os esforços e iniciativas da estratégia de sustentabilidade e os compromissos para reduzir as emissões de carbono nos curto e longo prazos da companhia, que, atualmente, apresenta uma das menores médias de emissão de gases de efeito estufa (COe), de 0,86 t de COe por tonelada de aço. Isso representa, aproximadamente, a metade da média global do setor, de 1,91 t de COe por tonelada de aço, conforme dados divulgados pela World Steel Association (worldsteel).

A Gerdau S.A. e a Metalúrgica Gerdau S.A. pagarão dividendos nos dias 12 e 13 de março, respectivamente. Na Gerdau S.A., será pago o valor de R$ 0,10 por ação (equivalente a R$ 175 milhões) e na Metalúrgica Gerdau S.A. será pago o valor de R$ 0,05 por ação (equivalente a R$ 52 milhões), em ambos os casos sobre a posição de ações detidas em 1º de março de 2024. No acumulado de 2023, foram destinados R$ 2,6 bilhões (R$ 1,51 por ação) para os acionistas da Gerdau S.A. e R$ 1,6 bilhão (R$ 1,54 por ação) para os acionistas da Metalúrgica Gerdau S.A., representando um provento total sobre o lucro líquido base para dividendos no ano de 43,7% e 76,8%, respectivamente.