Gerdau e SENAI-SP desenvolvem projeto para sucatas metálicas

01/02/2024
O insumo retorna como matéria-prima para um novo ciclo de produção de aço

 

A Gerdau e o SENAI-SP - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo desenvolvem uma parceria para promover uma iniciativa sustentável que já impacta meio milhão de jovens por ano em 61 municípios paulistas. No projeto, a Comercial Gerdau fornece parte do aço nas aulas práticas do SENAI-SP e, posteriormente, a instituição coleta as sucatas metálicas ferrosas geradas nos processos educacionais. O insumo retorna como matéria-prima para um novo ciclo de produção de aço nas unidades industriais da Gerdau. A estimativa é gerar 600 toneladas anuais de sucata metálica ferrosa. A parceria tem o princípio de incentivar o cuidado com o ciclo de vida dos resíduos e gerar impactos em sustentabilidade. “É um orgulho para a Gerdau fazer parte dessa iniciativa de educação alinhada ao conceito de economia circular, que reforça o compromisso com a criação de soluções sustentáveis e transformadoras para os nossos negócios e todo o ecossistema em que estamos presentes. Desde sua fundação, há 123 anos, a Gerdau busca ser parte das soluções aos desafios enfrentados pela sociedade e, mais uma vez, se une a parceiros para deixar um legado positivo, uma vez que entende que a economia circular guiará o futuro das organizações”, destaca Carlos Eduardo Vieira da Silva, diretor da Gerdau.

A reciclagem dos produtos feitos em aço propicia uma série de benefícios para o meio ambiente, como a redução da emissão de gases de efeito estufa e a economia de insumos básicos como água e energia, além de gerar renda alternativa no segmento de coleta e reciclagem, contribuindo com o avanço da economia local. O movimento faz parte do dia a dia da Gerdau que transforma mais de 11 milhões de toneladas de sucata por ano em aço e 71% da produção de aço da empresa é resultado do processo de reciclagem de sucata. A parceria também tem um forte impacto social, em que os alunos se beneficiam do projeto ao utilizar os produtos de aço fornecidos pela Gerdau como material de aula e com visitas técnicas para conhecerem de perto o processo produtivo do aço em uma das usinas da companhia, além de trazer consciência sustentável a todos os envolvidos no projeto.

Os participantes do projeto recebem um certificado digital pela participação em um projeto de engajamento sustentável e contribuição para o desenvolvimento socioeconômico do estado de São Paulo. Com a parceria e a reestruturação da base de reciclagem, os trabalhos dos alunos tornam-se novos materiais para as aulas de outras turmas do SENAI-SP, fazendo a economia circular na prática. Nos dois primeiros semestres do projeto, o SENAI-SP gerou aproximadamente 450 toneladas de sucata metálica ferrosa e alcançou mais de 11 mil alunos até o final de 2023, impactando a vida de jovens profissionais que fazem os cursos de metalmecânica. A iniciativa também é aplicada para pessoas que já se formaram no SENAI-SP. Os ex-alunos também podem participar do projeto trazendo o seu trabalho de conclusão de curso de aço para reciclagem em qualquer unidade do SENAI-SP.