PDAC 2024 recebeu quase 27 mil pessoas em Toronto

09/03/2024
O evento contou também com mais de 1.100 expositores, incluindo governos, empresas e os principais especialistas de todo o mundo.

 

A Associação de Prospectores e Desenvolvedores do Canadá (PDAC) informa que recebeu um total de 26.926 em sua convenção, realizada de 3 a 6 de março, em Toronto, Canadá, que discutiram “as melhores oportunidades de negócios, investimentos e networking na indústria de exploração mineral e mineração”. Além disso, o evento contou com mais de 1.100 expositores, incluindo governos, empresas e os principais especialistas de todo o mundo, caracterizando o PDAC 2024 como um dos maiores eventos da história da associação.

“O PDAC 2024 deu continuidade ao legado de 92 anos da Convenção, servindo como o principal local para revelar novas tendências, inovações tecnológicas e discussões do setor”, disse o presidente do PDAC, Ray Goldie. “Mais uma vez, o PDAC teve o orgulho de apresentar uma rica variedade de programação, incluindo mercados de capitais, relações indígenas, desenvolvimento de estudantes e início de carreira e sustentabilidade.”

Os palestrantes principais incluíram Jakob Stausholm, CEO da Rio Tinto; Michael Stanley, Líder de Mineração do Banco Mundial; Denise Johnson, presidente do grupo Caterpillar, e Wojtek Wodzicki, da equipe de exploração do Lundin Group.

Segundo os organizadores, a Convenção proporcionou um local para o diálogo entre a indústria e o governo. A liderança do PDAC aproveitou a oportunidade para sublinhar o importante papel que as políticas públicas desempenham no apoio à competitividade do setor mineral do Canadá.

“O Canadá está preparado para liderar a transição verde como o fornecedor preferido de minerais críticos de origem responsável”, disse Ray Goldie. “É imperativo reforçarmos a nossa riqueza mineral crítica e não podemos ignorar os fundamentos da nossa indústria mineral. O apelo final do PDAC ao nosso governo federal é que ele renove o Crédito Fiscal de Exploração Mineral que expirará este mês.

O presidente também agradeceu “a todos que participaram do PDAC 2024, incluindo nossos voluntários, palestrantes, patrocinadores e participantes” e anunciou que o PDAC 2025 será realizado de 2 a 5 de março do próximo ano.

Participação brasileira

O Brasil participou se forma expressiva no PDAC  2024, com vários eventos de discussão e um estande no pavilhão de exposição. No primeiro dia foi realizado o Brazil-Canada Mining Brunch, que aconteceu nas dependências da Toronto Stock Exchange (TSX) e contou com apresentações de representantes de empresas e do governo brasileiro. Também nesse dia foi inaugurado o Brazil Pavillion, no Metro Toronto Convention Center, em cerimônia da qual participaram representantes da Adimb, do consulado e embaixada brasileira no Canadá, do Ibram, do Comin da CNI, do SGB-CPRM e da ANM. A afluência de público durante a inauguração do pavilhão, demonstra que atualmente há um grande interesse pelo Brasil, principalmente pelos chamados minerais para transição energética, principalmente lítio e terras raras. Também houve, nesse dia, o lançamento, por parte do Ministério de Minas e Energia, da publicação “Guia para o Investidor Estrangeiro em minerais críticos para transição energética no Brasil” e a segunda edição do “Critical Minerals Potential of Brazil”, pelo SGB-CPRM.

No segundo dia, foi realizado, também na TSX, o Brazilian Mining Day, organizado pela Adimb, que contou com diversos painéis de discussão com representantes do governo, de instituições como o BNDES e de empresas que desenvolvem projetos de exploração no Brasil.

Houve ainda, relacionado com o Brasil, o Brazil-Canada Capital Mining Leadership Luncheon, que teve apresentações de representantes da KPMG, RCF, Appian, National Bank, Bravo Mining, Wheaton Precious Metals, além de um painel sobre ESG e outro a respeito de minerais críticos.  

Brasil Mineral participou da convenção PDAC 2024 como Media Partner e com a edição especial em inglês disponível em www.brasilmineral.com.br/magazine /2024