Novos nomes para o Conselho de Curadores

15/09/2023
O Conselho de Curadores espera ativar sua nova estratégia na África do Sul e no Peru antes de expandir mais amplamente a área de atuação da Fundação.
Mamadou Biteye e Elaine Smith Genser

 

A Fundação Anglo American nomeou Elaine Smith Genser e Mamadou Biteye para o Conselho de Curadores da companhia. “Estamos muito satisfeitos em receber Elaine e Mamadou no Conselho. Como nossos primeiros administradores independentes, desempenharão um papel fundamental no fortalecimento da administração da Fundação, enquanto a vasta gama de conhecimentos e experiência nos guiará à medida que embarcamos na nossa missão renovada de capacitar os jovens para criarem um futuro mais verde e mais justo, tornado possível pela generosa doação da Anglo American em 2021”, disse Jon Samuel, Presidente da Anglo American Foundation. 

O Conselho de Curadores espera ativar sua nova estratégia na África do Sul e no Peru antes de expandir mais amplamente a área de atuação da Fundação, além de trabalhar com os parceiros para testar novas abordagens e obter uma compreensão mais profunda dos desafios que os jovens enfrentam em muitos países. A Fundação Anglo American capacita os jovens a criar um futuro mais verde e justo. A Fundação cobriu um portfólio de 26 subsídios em 12 países em 2022, e opera como uma instituição de caridade totalmente independente, financiada pela Anglo American. O impacto positivo e duradouro que a Fundação busca criar para a sociedade é guiado pelo Propósito e pelos Valores da Anglo American.

Elaine Smith Genser é uma profissional de finanças que já trabalhou como trader e gerente de vendas de pesquisa no Goldman Sachs, Morgan Stanley e JP Morgan no Brasil. A executiva concentrou seu trabalho na mobilização de recursos do setor privado para instituições como as Nações Unidas, o Banco Mundial e o Fórum Econômico Mundial durante a última década. Atualmente, Elaine lidera o envolvimento e as parcerias para o Fundo Conjunto ODS da ONU, um mecanismo criado pelo Secretário-Geral da ONU para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030. 

Já Mamadou Biteye é atualmente o Secretário Executivo da African Capacity Foundation, focada na melhoria da base de competências e capacitação de África através de parcerias, concessão de subvenções e prestação de apoio técnico. O executivo já iniciou e liderou programas de capacitação de jovens durante a última década, primeiro como Diretor Geral do escritório regional da Fundação Rockefeller em África, onde liderou a iniciativa “Empregos Digitais em África”, depois como Vice-Presidente para o Crescimento Inclusivo e Impacto Social Global na Visa, e também presidiu anteriormente o Grupo S4YE (Soluções para Emprego Juvenil) no Banco Mundial. Mamadou juntou-se recentemente ao Conselho de Administração da Global Mentorship Initiative, uma organização sem fins lucrativos que orienta estudantes e refugiados para garantir o seu primeiro emprego. Ele também faz parte do Conselho da myAgro e é membro do Conselho Consultivo do Centro Africano de Filantropia e Investimentos Sociais da Universidade de Witwatersrand, além de ser membro da Rede de Liderança Africana e fazer parte do Grupo de Estratégia para África no Fórum Econômico Mundial.