Lithium Ionic adquire 15% restantes do projeto Salinas

14/06/2024
A empresa fechou o negócio pagando o equivalente em reais a US$ 2 milhões em dinheiro e emitindo 2,5 milhões de suas ações

 

A Lithium Ionic fechou a aquisição dos 15% restantes de participação em propriedades selecionadas de Salinas, ganhando 100% de propriedade dos ativos ricos em lítio em Minas Gerais. A aquisição foi realizada por meio de sua subsidiária Neolit Minerals Participações, marcando uma expansão significativa da presença da empresa na região conhecida como 'Vale do Lítio'.

A empresa fechou o negócio pagando o equivalente em reais a US$ 2 milhões em dinheiro e emitindo 2,5 milhões de suas ações. Além disso, a Lithium Ionic é obrigada a pagar o equivalente em reais a US$ 1 milhão até 4 de abril de 2025. Localizadas cerca de 100 km ao norte de seu grupo de propriedades Itinga, as propriedades Salinas expandem o controle da Lithium Ionic para 14.182 hectares dentro de um cinturão geológico que abriga alguns dos maiores e mais altos pegmatitos contendo lítio do mundo. A aquisição da Neolit em março de 2023 deu inicialmente à Lithium Ionic uma participação de 40% nas propriedades, que aumentou para 85% em outubro após cumprir certos compromissos de exploração.