Atlas Lithium anuncia Rodrigo Menck como consultor

05/09/2023
Menck é um executivo experiente com mais de 25 anos de experiência no setor de mineração e finanças, incluindo Nexa e Sigma Lithium.
Rodrigo Menck

 

A Atlas Lithium Corp. , empresa com sede em Vancouver, Canadá, anunciou hoje a nomeação de Rodrigo Menck como consultor. Menck é um executivo experiente com mais de 25 anos de experiência no setor de mineração e finanças. 

Rodrigo Menck foi Diretor Financeiro (CFO) da Sigma Lithium Corporation e CFO da Nexa Resources. Menck tem mais de 25 anos de experiência em financiamento de projetos, transações complexas de ações e dívidas, bem como relações com investidores em instituições financeiras e de mineração.

À medida que a Atlas Lithium começa a planejar a construção de sua planta de processamento ambientalmente sustentável para produzir concentrado de lítio, Menck apoiará a empresa em certos aspectos críticos relacionados à alocação de capital, orçamento e cronogramas para o projeto. Ele ficará baseado em São Paulo. Menck possui MBA e bacharelado em administração de empresas pela Universidade de São Paulo.

"Estamos entusiasmados em receber Rodrigo na equipe da Atlas Lithium. Sua profunda experiência em financiamento de projetos e em todos os aspectos de finanças corporativas na indústria de mineração, incluindo fusões e aquisições, é bastante relevante para nós neste momento", disse Marc Fogassa, CEO e presidente da Atlas Lithium. “Rodrigo conhece muito bem o espaço mineiro brasileiro e, portanto, é gratificante que tenha escolhido se juntar a nós.”

“Estou animado para trabalhar com a equipe trabalhadora e ágil da Atlas Lithium”, disse Menck. "À medida que a necessidade de lítio e outros materiais para baterias se expande, a empresa está numa posição única para crescer durante este período de transição energética."

O projeto da Atlas está dividido em duas áreas: a área de São Sebastião e a área de São Miguel. A área de São Sebastião é a área de maior potencial do projeto e contém um depósito de lítio conhecido como "Depósito de São Sebastião". O depósito é estimado em 1,9 bilhão de toneladas de minério de lítio com uma média de 0,16% de teor de lítio.

A área de São Miguel é a segunda área de maior potencial do projeto e contém um depósito de lítio conhecido como "Depósito de São Miguel". O depósito é estimado em 1,3 bilhão de toneladas de minério de lítio com uma média de 0,14% de teor de lítio.

A Atlas está atualmente trabalhando para desenvolver um plano de mina para o projeto. A empresa espera iniciar a produção de lítio no projeto em 2026.