CONTEÚDO APRESENTADO POR:
Planta terá capacidade para produzir 10 mil toneladas de ferro-ligas por ano em Coronel Xavier Chaves - MG

Boston Metal capta US$ 262 milhões para fabrica de aço utilizando rejeitos em Minas Gerais

06/10/2023
Empresa desenvolveu tecnologia para produzir aço líquido de alta qualidade a partir dos minérios de ferro de médio e baixo teor.

 

A Boston Metal, empresa internacional de soluções de tecnologia de metais, anunciou o encerramento de sua arrecadação de fundos de série C, elevando o total da série a US$ 262 milhões.

A Boston Metal está construindo uma fábrica que usará processo para captar valor de rejeitos oriundos da mineração no município de Coronel Xavier Chaves nas proximidades de São João del Rei - MG. Serão gerados cerca de 250 empregos diretos e 1000 indiretos até a implantação total da fábrica. 

Até o final de 2023, a primeira fase deve estar concluída, com a produção sendo iniciada em 2024. No terceiro trimestre de 2024, a fábrica já deverá estar produzindo em pequena escala, e operando em 100% da sua capacidade até 2026.

Atualmente, setor mínero-metalúrgico está sob pressão significativa para desenvolver métodos de produção mais sustentáveis, aumentando simultaneamente a eficiência e a rentabilidade. A Boston Metal está desenvolvendo uma plataforma tecnológica escalável que utiliza eletricidade para produzir diversos metais e ligas a partir de uma ampla variedade de matérias-primas. O processo de eletrólise de óxido fundido (MOE) da empresa é mais simples, mais eficiente em termos energéticos e tem menor impacto ambiental do que os métodos tradicionais, extraindo metais de alto valor a partir de materiais complexos e de baixa concentração que são atualmente considerados resíduos.

A tecnologia da empresa para aço com baixas emissões de carbono utiliza o processo MOE e eletricidade renovável para eliminar emissões de carbono dos Escopos 1 e 2 da produção de aço, que hoje é responsável por cerca de 10% das emissões mundiais de CO2.

Embora muitas soluções ecológicas de aço dependam de minérios de ferro de alto teor, que são escassos, a tecnologia MOE pode produzir aço líquido de alta qualidade a partir dos minérios de ferro de médio e baixo teor, mais abundantes.

Fazem parte dos novos investidores a Aramco Ventures, M&G Investments, Goehring & Rozencwajg, e a Baillie Gifford. Outros fundos que já são investidores se uniram a rodada, como o Breakthrough Energy Ventures, Microsoft Climate Investment Fund, BHP Ventures e Prelude Ventures.

"O sucesso da Boston Metal em arrecadar capital de diversas fontes, abrangendo capital privado, capital de risco, investidores institucionais e investidores estratégicos demonstra forte confiança na capacidade da Boston Metal de transformar a produção de aço e metais para um futuro sustentável", disse Tadeu Carneiro, presidente e diretor executivo da Boston Metal.

"Nosso negócio de metais de alto valor está próximo da comercialização em nossa subsidiária no Brasil, sendo que continuamos fazendo progressos significativos na expansão da MOE para produção ecológica de aço em nossa planta piloto fora de Boston."

A Boston Metal está perto de produzir seus primeiros metais de alto valor em 2024 e espera trazer a MOE ao mercado siderúrgico até 2026, ajudando o setor a cumprir os compromissos de zero emissão líquida até 2050. 

A MOE oferece à indústria metalúrgica uma solução modular, econômica e ecológica para produzir aço e metais de alto valor a partir de diversas matérias-primas e graus de minério de ferro. Apoiada por investidores visionários e liderada por uma equipe de classe mundial, a Boston Metal tem sede em Woburn, Massachusetts e possui uma subsidiária integral em Minas Gerais, Brasil.