CONTEÚDO APRESENTADO POR:

Aura Minerals inicia produção comercial do projeto Almas

05/09/2023
Em agosto, a Aura produziu 4,661 onças de ouro, com receita bruta reconhecida de aproximadamente US$ 9 milhões.

 

A Aura Minerals iniciou a produção comercial da unidade de Almas (TO) menos de mês após produzir a primeira barra de ouro da operação. A companhia informa que a planta opera com 100% de sua capacidade de processamento estimada em quatro mil toneladas diárias. 

Em agosto, a Aura produziu 4,661 onças de ouro, com receita bruta reconhecida de aproximadamente US$ 9 milhões. Além disso, a Aura destacou que o projeto Almas atingiu capacidade máxima de processamento em apenas cinco meses, o que posiciona a companhia à frente de outras referências de mercado.

A Aura Minerals pretende manter o foco na ampliação da capacidade da planta, das atuais 1,3 milhão de tonelada por ano para 1,5 milhão de tonelada anuais, um crescimento de 15% na expectativa apresentada no Estudo de Viabilidade de Almas. Para alcançar este resultado até o início do próximo ano, a mineradora deverá investir cerca de US$ 3,5 milhões ainda em 2023. "Estamos orgulhosos em declarar a produção comercial em Almas. Não somente construímos o projeto dentro do orçamento, em apenas 16 meses, em meio aos desafios causados pela pandemia, mas também estamos entrando em produção comercial em tempo recorde, nos tornando referência mundial. Agora estamos direcionando nossos esforços para capturar todo o potencial de exploração que existe em Almas. Além disso, estamos trabalhando para a aumentar a capacidade da planta para além do que inicialmente projetamos, com resultados esperados já para 2024”, disse Rodrigo Barbosa, presidente e CEO da Aura Minerals.