Produção mundial cai 3,5% em maio

23/06/2022
A produção brasileira somou 3 milhões de toneladas, queda de 4,9% sobre maio do ano passado.

A worldsteel divulgou que a produção mundial de aço bruto somou 169,5 milhões de toneladas em maio de 2022, uma queda de 3,5% em relação ao mesmo mês do último ano. A produção na Ásia e Oceania somou 126,8 milhões de toneladas, o que corresponde a um recuo de 1,7% na comparação com maio de 2021. Dentre os países asiáticos, a China produziu 96,6 milhões de toneladas, um decréscimo de 3,5% sobre maio de 2021, enquanto Japão e Coreia do Sul atingiram 8,1 milhões de toneladas e 5,8 milhões de toneladas, reduções de 4,2% e 1,4%, respectivamente. Em contrapartida, a Índia produziu 10,6 milhões de toneladas, um incremento de 17,3% sobre maio de 2021. 

Os países do bloco europeu produziram 12,9 milhões de toneladas de aço, 6,8% a menos na comparação com maio de 2021, com destaque para a Alemanha, com produção de 3,2 milhões de toneladas e queda de 11,5% sobre maio de 2021. Os países que não pertencem à UE (Bósnia-Herzegovina, Macedônia, Noruega, Sérvia, Turquia, Reino Unido) produziram 4,1 milhões de toneladas de aço bruto, recuo de 1,7% na comparação com maio de 2021. Já os países da Comunidade dos Estados Independentes (CEI) produziram 7,4 milhões de toneladas de aço bruto em maio de 2022, o que significa 19,1% a menos sobre o mesmo mês de 2021. O destaque ficou para a Rússia, com produção estimada de 6,4 milhões de toneladas e retrocesso de 1,4% na comparação com maio do último ano. 

Já a África (Egito, Líbia, África do Sul) produziu 1,1 milhão de toneladas em maio de 2022, retração de 18,9% em relação a maio de 2021, enquanto os países do Oriente Médio produziram 3,5 milhões de toneladas, 10% a menos do que em maio do ano passado. O Irã teve produção estimada 2,3 milhões de toneladas de aço e queda de 17,6% em relação a maio de 2021. 

A América do Norte produziu 9,9 milhões de toneladas de aço em maio de 2021 (-4%), onde os Estados Unidos responderam por 7,2 milhões de toneladas e registrou decréscimo de 2,6% no mês. Já a América do Sul produziu, em maio, 3,8 milhões de toneladas, 2,8% a menos que em maio de 2021. A produção brasileira somou 3 milhões de toneladas, queda de 4,9% sobre maio do ano passado. Nos cinco primeiros meses de 2022, a produção mundial de aço bruto somou 791,8 milhões de toneladas, 6,3% a menos que no mesmo período de 2021.