PA Gold investe US$ 51 milhões em mina no MT

20/07/2022
A área era um antigo garimpo e há dez anos a empresa vem trabalhando para transformá-la em um empreendimento em escala industrial.

A PA Gold deve iniciar, até o final de 2022, a operação do projeto Mina Paraíba, que compreende a instalação de uma mina subterrânea e planta de processamento de minério aurífero com capacidade de 200 mil t/ano. 

Para implantação do empreendimento, localizado a 11km do município de Peixoto Azevedo (MT), a empresa está investindo US$ 51 milhões. A área era um antigo garimpo e há dez anos a PA Gold vem trabalhando para transformá-la em um empreendimento em escala industrial. Para isso, contou com a participação do antigo proprietário. Para delimitação dos recursos e reservas, foram executados 60 mil metros de sondagem. Trata-se de um depósito pequeno, mas de alto teor. A mina conta com uma reserva de 617 mil onças de ouro e recursos da ordem de 1,0 milhão de onças, o que permite uma vida útil de 15 anos de operação. 

A mina subterrânea vai operar pelo método sublevel stoping, enquanto a planta de processamento utilizará o processo CIL (Carbon In Leaching). O AISC (All In Sustaining Cost) é de US$ 791 por onça de ouro produzida. Durante a fase de construção a empresa está utilizando 222 funcionários, além de 81 terceirizados. A geração de caixa prevista para o tempo de vida útil da operação é de US$ 347 milhões.