Aumento de 50% nos recursos minerais totais

23/06/2022
A empresa adicionou 26,8 milhões de toneladas de óxido de lítio (Li2O) de alta pureza de teor 1,49%, alcançando 86 milhões de toneladas. 

A Sigma Lithium aumentou os recursos minerais totais em aproximadamente 50% no projeto Grota do Cirilo, em Minas Gerais. A empresa adicionou 26,8 milhões de toneladas de óxido de lítio (Li2O) de alta pureza de teor 1,49% na Fase 3 do projeto do Vale do Jequitinhonha, alcançando 86 milhões de toneladas. 

Os recursos minerais inferidos são de 3,5 milhões de toneladas de Li2O a 1,48%, enquanto os recursos minerais medidos e indicados de 1,49% Li2O somam 23,3 milhões de toneladas. O aumento substancial dos recursos minerais estimados fortalece a posição do Projeto Grota do Cirilo da Sigma Lithium como um dos maiores e mais altos depósitos minerais de lítio de rocha dura do mundo. Dos 85,7 milhões de toneladas, aumentados em cerca de 58,9 milhões de toneladas (50%), 73,6 milhões de toneladas são recursos minerais medidos e indicados a 1,43% de Li2O e 12,1 milhões de toneladas de recursos minerais inferidos a 1,45 % Li2O.

A adição da Fase 3 aumenta ainda mais o perfil de produção potencial de Lítio Sustentável para Baterias para os crescentes mercados globais de veículos elétricos. A Fase 1 e a Fase 2 projetam um perfil de produção combinado de aproximadamente 531.000 t/ano (72.200 tpa LCE) por 13 anos. A Avaliação Econômica Preliminar da Fase 3 está planejada para ser concluída no verão de 2022.

A construção da Fase 1 permanece dentro do cronograma e do orçamento para o comissionamento começar em dezembro de 2022 e ser concluído durante o primeiro trimestre de 2023.