Parceria com Embrapii/Senai para masterbatches

17/01/2022
A parceria desenvolverá a terceira frente de pesquisa da Gerdau Graphene para explorar o vasto potencial do grafeno em resinas poliméricas.

A Gerdau Graphene assinou contrato de parceria com a unidade EMBRAPII SENAI/SP - Materiais Avançados para o desenvolvimento de masterbatches com grafeno em resinas termoplásticas. Localizada dentro do SENAI Mario Amato, em São Bernardo do Campo (SP), a unidade compõe um centro voltado a projetos de P,D&I para materiais avançados, credenciado pela EMBRAPII (Associação Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial) e tido como referência no estado de São Paulo. 

A parceria desenvolverá a terceira frente de pesquisa da Gerdau Graphene para explorar o vasto potencial do grafeno em resinas poliméricas, um dos principais campos de aplicação do nanomaterial. A Gerdau Graphene já conta com um posto avançado no Centro de Inovação de Engenharia de Grafeno (GEIC, da sigla em inglês) da Universidade de Manchester, no Reino Unido, e um recente centro tecnológico de aplicação industrial em parceria com o IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas), em São Paulo. A partir da tecnologia desenvolvida pelo GEIC, a parceria trabalhará em fórmulas de dispersão e para aplicações industriais. Os desenvolvimentos terão foco em resinas virgens, pós-industriais e PCRs nos polímeros PE, PP, PVC, PA, ABS, PS, PC, entre outros.

"Seremos referência em produtos de grafeno em escala industrial no Brasil e no mundo e, para isso, estamos criando uma rede de centros de pesquisa, um ecossistema de desenvolvimento do material e de sua aplicação. O SENAI, por sua expertise em polímeros, é um forte parceiro nesse sentido e constitui mais um passo para se transformar ciência em aplicação, produzindo conhecimento, capacitando pesquisadores e construindo soluções junto à indústria nacional. Os primeiros produtos estarão no mercado ainda no primeiro trimestre de 2022 e teremos entregas de pesquisas com esta parceria a cada seis meses", afirma Alexandre de Toledo Corrêa, diretor-geral da Gerdau Graphene. A unidade EMBRAPII SENAI/SP - Materiais Avançados faz parte da Rede de Institutos SENAI de Inovação e da Rede EMBRAPII/MCTI Grafeno, que desenvolve pesquisa aplicada em Materiais Avançados, com amplo foco em grafeno, para uso em diferentes matrizes e aplicações. “A Gerdau Graphene e o SENAI estão neste projeto para alavancar o uso do grafeno na indústria brasileira, aumentando seu nível de competitividade frente às oportunidades decorrentes dessa macrotendência mundial", explica Gustavo Spina Gaudencio de Almeida, Coordenador de Tecnologia do Instituto SENAI de Inovação em Materiais Avançados e Nanocompósitos.