Novo projeto no litoral sul da Bahia

20/05/2022
O principal interesse da Energy Fuels é a monazita, que contém elementos de terras raras e urânio.

A empresa de mineração de urânio Energy Fuels, com sede nos EUA, está comprando 17 concessões minerais entre as cidades de Prado e Caravelas, na Bahia.

O valor total chegará a US$ 27,5 milhões (R$ 134 milhões), abrangendo 15.089,71 hectares e envolve quantidades significativas de minerais pesados, incluindo monazita, que alimentarão a cadeia de fornecimento de elementos de terras raras da Energy Fuels, nos EUA.

O projeto é um conhecido depósito de areia mineral pesada com mais de 3.300 perfurações, indicando concentrações significativas de titânio (ilmenita e rutilo), zircônio (zircão) e elementos de terras raras (monazita ).

O projeto tem potencial para fornecer cerca de 3.000-10.000 toneladas por ano de concentrado de areia de monazita (dependendo das taxas de produção), juntamente com 1.500-5.000 toneladas de óxidos de terras raras totais por ano, potencialmente por décadas.

A mineralização é superficial, o que significa que o material deve ser relativamente fácil de recuperar usando técnicas padrão de mineração de areia de baixo custo, incluindo o uso de pás carregadeiras, escavadeiras ou dragas.

Devido ao método de sondagem utilizado, as perfurações realizadas até o momento atingem a profundidade média de apenas 5,86m, ou a profundidade média do lençol freático da região, e a empresa acredita que a mineralização está aberta em profundidade.

O principal interesse da Energy Fuels é a monazita, que contém elementos de terras raras e urânio. Dados de ensaios preliminares indicam que a areia de monazita contida no concentrado de HMS varia entre 0,62% e 12,82%, e espera-se que o urânio contido na monazita seja comparável aos depósitos de urânio típicos do planalto do Colorado.

A empresa planeja concluir uma avaliação econômica preliminar durante o final do primeiro trimestre ou início do segundo trimestre de 2023.