Avanços na estratégia de dobrar produção

10/05/2022
Houveram progressos significativos no Complexo de Mineração MCSA e Projeto Boa Esperança.

“Nossa visão de crescimento orgânico de alto retorno deu vários passos críticos durante o primeiro trimestre”, disse David Strang, CEO da Ero Copper, ao comentar os avanços da companhia no primeiro trimestre de 2022. “Após o anúncio de nossa estratégia de dobrar a produção de cobre até 2025, reforçamos com sucesso nossa posição de acelerar execução desses planos de crescimento e recebemos a aprovação do Conselho para construir o Projeto Boa Esperança. Durante o período, fizemos progressos significativos no Complexo de Mineração MCSA em nossa iniciativa Pilar 3.0, que incluiu a garantia de itens importantes de longo prazo, como o terceiro moinho de bolas e o rebobinador de eixos, avanço na construção do eixo e novas instalações de superfície e a conclusão da instalação de nosso Projeto de Resfriamento”, disse ele. 

Além disso, Strang comenta que a empresa enfrentou desafios no trimestre inicial de 2022, como os custos operacionais, que tiveram os mesmos impactos inflacionários experimentados globalmente em todos os setores. “Como os custos são direcionados externamente, estamos focados em continuar a melhorar nossas eficiências operacionais por meio de programas existentes e investindo em novas tecnologias aplicáveis em todas as áreas de nossos negócios”. O executivo destaca também a busca pela melhoria contínua, onde a Ero iniciou uma iniciativa de engenharia em 2021, conhecida como Projeto Honeypot, que já está gerando um valor significativo de curto prazo para as operações. Por meio dessa iniciativa, as equipes de engenharia, apoiadas pelo grupo de geologia e exploração da mineradora, desenvolveram um programa abrangente para identificar e recuperar os stopes de alto teor na Mina Pilar que foram deixados para trás por operadores anteriores, décadas atrás. “Embora a adição dos stopes do Projeto Honeypot ao plano de mina deva ser gradual, prevemos um impacto positivo nos teores de cobre minerado, com início no segundo trimestre de 2022. Espera-se que essas contribuições impulsionem uma maior produção de cobre pelo restante do ano e, como resultado, estamos atualmente orientando para o máximo de nossa faixa de orientação de produção para o ano inteiro”. 

No Complexo de Mineração MCSA, a construção do novo poço externo em apoio à iniciativa "Pilar 3.0" continuou a progredir durante o trimestre, enquanto os esforços em projetos relacionados a auxiliares entregaram marcos importantes. Juntos, o poço existente e o novo atualmente em construção devem aumentar a capacidade total de içamento da Mina Pilar para aproximadamente 5,7 milhões de toneladas por ano, um aumento de mais de 60% em relação à capacidade atual de içamento de 3,5 milhões de toneladas por ano, oferecendo flexibilidade para futuras expansões de minas. A construção do novo poço externo continua a progredir dentro do cronograma e do orçamento, com a escavação da estrutura principal e duas fundações do enrolador concluídas durante o primeiro trimestre.

Já a expansão da moagem na Caraíba para 4,2 milhões de toneladas por ano está em andamento com um terceiro moinho de bolas encomendado durante o período com comissionamento previsto para o segundo trimestre de 2023. 

A segunda e última fase do Projeto de Resfriamento foi concluída após o final do trimestre na Mina Pilar, com a entrega das operações ocorrendo no final de abril de 2022. Espera-se que o Projeto de Resfriamento apoie expansões em profundidade e tenha potencial para impulsionar eficiências operacionais significativas. A Ero Copper registrou avanços importantes também nos principais fluxos de trabalho em Boa Esperança, que incluíram contrato de linha de transmissão de energia, um item crítico; Mobilização do primeiro pacote de obras de terraplenagem, incluindo construção de novas estradas de acesso e melhoramentos de estradas; As seleções de empreiteiros e fornecedores continuam em andamento. 

Desempenho no trimestre 

O Complexo de Mineração MCSA processou 596.230 toneladas de minério com teor de 1,78% de cobre, produzindo 9.784 toneladas de cobre em concentrado durante o trimestre após recuperações metalúrgicas de 92,2%. A Mina de Ouro NX processou 49.990 toneladas com classificação de 5,93 gramas por tonelada, produzindo 8.796 onças de ouro após recuperações metalúrgicas de 92,3% e 6.042 onças de prata como subproduto. O lucro líquido atribuível da Ero Copper foi de US$ 52,1 milhões (US$ 0,57 por ação em base diluída). O lucro líquido ajustado atribuível aos proprietários da empresa foi de US$ 33,0 milhões (US$ 0,36 por ação em base diluída) e EBITDA somou US$ 62,4 milhões.