45 anos de história e foco cada vez mais em ESG

13/12/2021
Em 2021, o setor mineral ultrapassou os R$ 310 bilhões em faturamento e arrecadou mais de R$ 9,5 bilhões em CFEM.

O Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM) ampliou as ações com foco em uma maior responsabilidade ambiental e com a comunidade, inovação, diversidade e inclusão para um futuro mais sustentável e renovador do setor mineral brasileiro. Este compromisso, abraçado pelas mineradoras associadas, foi celebrado durante evento realizado na última terça-feira, 7 de dezembro, em Brasília (DF) para celebrar o 45º aniversário do IBRAM, completados em 10 de dezembro. A mineração é uma atividade de utilidade pública e de interesse social, essencial para o desenvolvimento socioeconômico do Brasil e de qualquer país que tenha a dádiva de poder contar com jazidas de minerais economicamente viáveis”, declarou o diretor-presidente do IBRAM, Flávio Penido. 

Em 2021, o setor mineral ultrapassou os R$ 310 bilhões em faturamento e arrecadou mais de R$ 9,5 bilhões em Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM); o saldo do setor mineral na balança comercial equivale a cerca 70% do saldo total do Brasil. O setor conseguiu arrecadar até o momento mais de R$ 105 bilhões em tributos, taxas e outros impostos, destinados aos cofres públicos. Segundo Flávio Penido, o verdadeiro potencial da indústria mineral pode ir além dos números. “São excepcionais as perspectivas para novos negócios em extensas cadeias produtivas, empregos, renda e tributos por meio da mineração sustentável e, o mais importante: tudo isso aderente às boas práticas de ESG adotadas universalmente. Para isso, organizamos a agenda ESG da Mineração do Brasil. Trata-se de um conjunto de compromissos e metas que a indústria mineral, reunida e articulada pelo IBRAM, pretende seguir e reportar à sociedade global, como demonstração inequívoca de sua seriedade em oferecer respostas concretas às demandas para se tornar ainda mais sustentável, segura, responsável e ética com todos à sua volta e em tudo o que faz”.

O diretor citou ainda que o setor tem recebido apoio constante e compreensão do governo federal, do Congresso Nacional, dos governos estaduais, além das esferas municipais onde a mineração acontece com maior expressão. “Há uma sinergia em abrir mais caminhos para a mineração, legalizada e responsável, crescer e se desenvolver, sempre com segurança e aliada às boas práticas em todos os campos”, afirmou. O presidente do Conselho Diretor do IBRAM, Wilson Brumer, aproveitou a ocasião para comentar sobre a importância de uma instituição como o IBRAM. “Certamente essa instituição não teria chegado a este patamar se não tivesse, no passado, pessoas que a engrandeceram. Teremos mais 45 anos pela frente com diversos desafios e, por isso, precisamos estar unidos em prol de uma mineração que quer crescer, e, acima de tudo, se comunicar bem com a sociedade na qual está inserida e de acordo com os conceitos de ESG”, declarou Brumer.

A cerimônia de aniversário do IBRAM também foi marcada pela homenagem ao secretário de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do Ministério de Minas e Energia, Pedro Paulo Dias Mesquita, pela contribuição em defesa dos legítimos interesses da Indústria Mineral Brasileira. “É com muita honra que eu recebo essa homenagem e estendo esse reconhecimento a todos que atuam e atuaram na nossa Secretaria. São pessoas que trabalham arduamente em prol do setor mineral.  Temos uma paixão em comum pela mineração brasileira e queremos fazer com que o setor de mineração ocupe, cada vez mais, um espaço de destaque no Brasil”, afirmou o homenageado.

Em seu discurso, Mesquita reforça a posição do MME em atuar sempre de forma sinérgica com o setor privado. “Essa parceria entre governo e empresas nos levará a um resultado mais substantivo na economia brasileira, de forma a maximizar o aproveitamento sócioeconômico da nossa riqueza mineral com responsabilidade e com compromisso com a sustentabilidade”, finalizou. O evento contou com a presença de parlamentares, conselheiros do IBRAM e players do setor mineral.

Tags