Alcoa investe R$ 310 milhões para reduzir resíduos

25/06/2021

A Alcoa anunciou investimento de aproximadamente R$ 310 milhões na substituição da tecnologia de disposição de resíduo de bauxita na planta de Poços de Caldas (MG) a partir da implantação da metodologia de Filtro Prensa, que elimina 70% da umidade do resíduo. Será a terceira unidade da companhia a usar a tecnologia – as outras duas são na Austrália. 

O início das obras é previsto para agosto deste ano e a tecnologia deve estar totalmente instalada até o final de 2022. O projeto consiste na implantação de uma planta de filtração na Refinaria, que gera o resíduo seco, com apenas 30% de umidade, equivalente à umidade natural do solo, e direciona a água retirada ao processo produtivo, por meio de um circuito fechado, para ser reutilizada. O resíduo seco será transportado em caminhões e descarregado em uma nova área de disposição de resíduo, onde será compactado. “O projeto garante a continuidade das operações da nossa unidade e atende às exigências da companhia em relação à disposição de resíduos e à Legislação Estadual de Segurança de Barragens”, explica Walmer Rocha, gerente de Operações da Alcoa Poços de Caldas.