Resgate de Cápsula do Tempo em Araucária

26/01/2022
O objetivo é atualizá-la com as memórias da retomada da produção de aço, que ocorreu em 2021.

A Gerdau investiu no resgate de uma Cápsula do Tempo enterrada na usina de Araucária (PR) durante a construção da planta em 1981. O objetivo é atualizá-la com as memórias da retomada da produção de aço, que ocorreu em 2021. 

Após mais de 40 anos, a Gerdau teve acesso a um antigo exemplar do jornal Gazeta do Povo, ao discurso das lideranças na cerimônia de lançamento da pedra fundamental, a equipamentos de proteção individual da companhia e produtos em aço, entre outros itens. O material de valor histórico se encontra preservado e traz memórias importantes para a companhia e para o município paranaense. 

Uma nova Cápsula do Tempo, incluindo amostras de vergalhão e do aço produzido em 2021, fotos e mensagens dos colaboradores, entre outros itens, foi guardada na unidade para reabertura no futuro. A usina, inaugurada em 1982, teve suas operações retomadas no segundo semestre do ano passado, como reflexo do cenário positivo da demanda de aço no Brasil, em especial dos setores da construção civil, infraestrutura e indústria. Na retomada, a Gerdau investiu em torno de R$ 55 milhões.

Tags