Produção e vendas caem no trimestre

05/11/2021
A receita líquida ajustada totalizou R$ 2.783 milhões, 62% inferior à registrada no trimestre anterior.

A CSN Mineração produziu 10.309 milhões de toneladas de minério de ferro no terceiro trimestre de 2021, volume 2,5% abaixo do verificado no trimestre anterior, como consequência do menor volume de compras de minério de terceiros que caiu 22% em relação ao trimestre passado, dado que os menores preços observados no período acabam por desincentivar esse tipo de operação e a mudar o foco da empresa favorecendo qualidade a volume. Em compensação, o montante de produção própria foi 3,7% superior, o que reflete a maior recuperação mássica da Planta Central e o incremento das operações nas plantas a seco. Em comparação com o mesmo trimestre de 2020, o crescimento foi ainda maior e a produção de minério foi 9% superior. O volume de vendas atingiu 8.183 milhões de toneladas no trimestre, queda de 10% em relação ao trimestre anterior apesar do maior volume de embarques. O resultado é consequência da estratégia comercial de preservar o valor do produto vendido, o que resultou em um maior volume de cargas a caminho da China sem venda concluída, além de um aumento no volume dos estoques. Essa situação acabou por gerar um efeito temporário no resultado, com a postergação da realização dessas vendas de cargas embarcadas para o trimestre seguinte.

A receita líquida ajustada totalizou R$ 2.783 milhões, 62% inferior à registrada no trimestre anterior, como consequência da combinação de menores preços realizados e um menor volume de vendas em razão das cargas não vendidas. Já o EBITDA Ajustado atingiu R$ 911 milhões, com margem EBITDA trimestral de 33% ou 34%inferior à registrada no trimestre anterior. O lucro bruto ajustado foi de R$ 784 milhões, 84% inferior ao registrado no segundo trimestre do ano. O lucro líquido da CSN Mineração atingiu R$ 804 milhões, uma retração de 67,8% em relação ao trimestre anterior. Essa queda seria ainda maior se não fossem os efeitos positivos do hedge e da variação cambial verificada no período.

A CSN Mineração investiu R$ 352 milhões entre julho e setembro de 2021, especialmente em projetos ligados a aumento de produção/qualidade, além de sobressalentes para suportar a frota e respectiva movimentação de mina. Quando se compara com o trimestre anterior, percebe-se uma queda significativa em relação aos investimentos com expansão de negócios, uma vez que os projetos de concentração magnética (CMAI III) e rebritagem já entraram em período de testes. Adicionalmente, a segunda leva de equipamentos de grande porte para o projeto da P15 está sendo adquirido, o que deve acelerar novamente os investimentos no quarto trimestre, de modo a atingir o guidance esperado pela Companhia. 

CSN e CSN Mineração

A CSN e a CSN Mineração informam aos seus acionistas e ao mercado em geral as atualizações de projeções para cerca de R$ 560 milhões de Capex de expansão na mineração no fechamento do balanço anual de 2021. Além disso, as companhias projetam produzir um volume total de minério de ferro mais compras de terceiros entre 36.000 – 37.000  mil ton no fechamento do balanço anual de 2021, além da projeção de atingir custo C1 de produção de minério de aproximadamente US$ 19,0/t no fechamento do balanço anual de 2021.

Tags