Lucro bruto cresce 228% e alcança R$ 7 bilhões

28/10/2021

O Ebitda ajustado da Gerdau atingiu R$ 7 bilhões no terceiro trimestre de 2021, 228% de crescimento e um recorde nos 120 anos de história da empresa. A margem Ebitda saltou de 17,9% para 32,9% nas comparações trimestrais de 2020 e 2021. O resultado foi influenciado por níveis elevados de demanda por aço em todos os mercados onde a companhia atua, em especial, dos setores da construção e industrial na América do Norte e no Brasil. O Ebitda ajustado da Operação de Negócio América do Norte, por exemplo, quadruplicou neste trimestre na comparação anual, para R$ 1,9 bilhão, atingindo margem Ebitda ajustada de 25,4%.

O lucro líquido da Gerdau, ajustado pelos efeitos não recorrentes, somou R$ 4,6 bilhões no terceiro trimestre de 2021, também um recorde histórico, enquanto a receita líquida chegou a R$ 21,3 bilhões entre julho e setembro, um aumento de 74% sobre o mesmo período do ano anterior, com as vendas físicas de aço totalizando 3,3 milhões de toneladas. “A Gerdau obteve, no terceiro trimestre de 2021, um desempenho financeiro recorde em sua história de 120 anos, com destaque para o lucro líquido ajustado de R$ 4,6 bilhões. Esse desempenho reflete, além de um alto consumo de aço em todos os mercados em que temos operações, os resultados da transformação pela qual a empresa vem passando nos últimos anos, com a construção de uma cultura organizacional ágil, digital, inovadora, focada nas pessoas e na geração de ainda mais valor agregado para os nossos clientes. Destaco também que reforçamos, neste ano tão importante da nossa história, o nosso compromisso de sermos protagonistas na busca de soluções para os dilemas da sociedade como, por exemplo, a estruturação de um programa transformacional que tem como premissa mudar o panorama da habitação no Brasil,” afirma Gustavo Werneck, diretor-presidente (CEO) da Gerdau. 

O nível de endividamento da Gerdau, medido via alavancagem financeira, alcançou o menor nível histórico com a relação entre dívida líquida e Ebitda ajustado diminuindo de 2,07x para 0,41x em setembro na comparação com o mesmo mês de 2020, em virtude do forte Ebitda registrado no período. O resultado também contribuiu para a geração de um fluxo de caixa livre positivo de R$ 3,8 bilhões no terceiro trimestre, maior valor gerado na série histórico. No trimestre, a Gerdau investiu R$ 810 milhões em ativo imobilizado (CAPEX) globalmente, contribuindo para investimentos totais na ordem de R$ 1,8 bilhão nos nove primeiros meses do ano. A previsão de desembolso de CAPEX para 2021 representa investimentos da ordem de R$ 3,5 bilhões. 

Tags