Lançamento da pedra fundamental do Projeto Almas

09/12/2021
Os recursos necessários para o investimento no Projeto Almas foram obtidos por meio da emissão de debêntures.

A Aura Minerals lançou a pedra fundamental do Projeto Almas, em um evento que teve a participação de autoridades do Governo de Tocantins e do município de Almas. O acordo com o proprietário dos direitos da superfície do projeto foi concluído e a licença de instalação foi obtida até esta data, o que permite o início imediato da construção do Projeto Almas. “Hoje é um dia especial para todos nós da Aura e todos aqueles que apoiam o Projeto Almas desde o seu início. Lançamos a pedra fundamental do Projeto e estamos prontos para iniciar a construção de Almas, com expectativa de geração de mais de 3.000 empregos diretos e indiretos em sua fase de operação, a partir de 2023, além de impostos diretos e indiretos, para o município, Estado e União. Além disso, o Projeto Almas possui TIR desalavancada de 57% ao ano por 17 anos, considerando preços de ouro a US$ 1.800 por onça, e que contribuirá de forma significativa para a Aura alcançar seu objetivo de crescimento até 2024”, disse Rodrigo Barbosa, Presidente e CEO da Aura. 

Os recursos necessários para o investimento no Projeto Almas foram obtidos por meio da emissão de debêntures da Aura Almas no valor de US$ 77 milhões, e com dois anos de carência e prazo de pagamento de até cinco anos. A expectativa é que Almas comece a operar no primeiro trimestre de 2023, com investimento total, depois de impostos, estimado em aproximadamente US$ 73 milhões e um valor presente líquido após impostos (VPL) de US$ 183 milhões. Durante os primeiros quatro anos do projeto, a produção média anual é estimada em 51 mil onças, com uma vida útil estimada de 17 anos, baseada nas estimativas para as reservas minerais, conforme parâmetros do National Instrument 43-101 – Standards for Disclosure for Minerals Projects (“NI 43-101”).

Tags