Vale vai inaugurar primeira planta de briquete verde

05/12/2023
Com o produto, as usinas podem produzir gerando 10% menos de emissão de CO2 no processo de fabricação do aço

 

No dia 12 de dezembro, a Vale vai inaugurar a sua primeira usina de briquete verde, localizada no Complexo de Tubarão, no Espírito Santo. Esta é também a primeira unidade desse tipo no mundo. Com tecnologia inovadora desenvolvida pela Vale, o briquete é um produto aglomerado aplicável em altos-fornos e fornos de redução direta, que contribuem para a redução de emissões na cadeia produtiva do aço. Com o produto, as usinas podem produzir gerando 10% menos de emissão de CO2 no processo de fabricação do aço. O investimento na nova planta é da ordem de R$ 1,3 bilhão.

A Vale já iniciou a construção de uma segunda planta, projetada para operar no final de 2024. Com as duas unidades, a capacidade de produção da Vale será de 6 milhões de toneladas por ano.  

Mas as projeções da empresa são mais ambiciosas: a expectativa é aumentar a sua produção de produtos aglomerados como briquetes e pelotas de minério de ferro nos próximos anos, com potencial para atingir uma produção de aproximadamente 100 milhões de toneladas após 2030.

A produção dos briquetes de minério de ferro é parte da estratégia da empresa de reduzir em 15% as suas emissões de escopo 3, relativas à cadeia de valor, até 2035. A empresa também busca reduzir suas emissões líquidas de carbono diretas e indiretas (escopos 1 e 2) em 33% até 2030, como primeiro passo para se tornar uma empresa carbono zero em 2050.