Prêmio Antaq 2021 por trabalho no Porto de Ubu

19/10/2021

A Samarco recebeu o prêmio Antaq 2021, realizado pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários, em Brasília. O Terminal Marítimo Ponta Ubu ficou em segundo lugar na categoria Desempenho Ambiental, na modalidade Maior Evolução Anual do Índice de Desempenho Ambiental-IDA. O prêmio visa fomentar a pesquisa e a produção técnica-científica, além de disseminar as boas práticas relacionadas à operação e gestão do setor.  O prêmio possui quatro categorias: "Iniciativas Inovadoras", "Artigos Técnico-Científicos", "Desempenho Ambiental" e "Conformidade Regulatória". 

"A sustentabilidade é um dos pilares dos processos do Porto de Ubu. Nós fazemos uma avaliação criteriosa do histórico dos navios, antes que sejam aceitos. O objetivo é aumentar a segurança das nossas operações, da estrutura portuária e, claro, das nossas equipes, ao mesmo tempo que diminuímos o risco de possíveis impactos ambientais, causados por acidentes com embarcações. A premiação é resultado de um trabalho contínuo que vem sendo feito em parceria com a gerência de Meio Ambiente", afirmou o engenheiro especialista da gerência do Porto, Marco Antônio Muniz Gamaro. O gerente do Porto de Ubu, Rodrigo Abreu, comenta que o resultado atesta um trabalho que vem sendo realizado por equipes multidisciplinares. "Estamos empenhados em transformar o Terminal de Ubu num porto ainda mais seguro e ambientalmente responsável. Nosso atual sistema de gestão tem mais de 1200 itens cadastrados, visando atender aos requisitos legais. Para cada um deles temos um responsável e ações para o tratamento", destacou. 

A Samarco conta com um terminal marítimo próprio localizado em Anchieta (ES), que fica a cerca de 80 km de Vitória. Possui dois berços de atracação com calados de 16,8m e 13,0m em um píer de concreto com dimensões 313x22m, protegido por um quebra-mar em forma de "L", capaz de receber navios de até 210.000t. O Porto possui um sistema de embarque moderno, com capacidade instalada de até 33 milhões de t/ano. A área portuária tem aproximadamente 745.000 m2, onde estão contidos três pátios com capacidade para armazenar até 2,3 milhões de toneladas de pelotas, cercados por wind fences (barreiras de vento) que contêm a emissão de particulados. A recuperação do material é feita por meio de um sistema de correias e o embarque por meio de um ship loader com capacidade de 12.500ton/h.