Mineração Serra Verde paga 100 testes PSA Minaçu

23/11/2021

A Mineração Serra Verde em apoio ao movimento Novembro Azul, campanha internacional de conscientização sobre o câncer de próstata, firmou parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Minaçu (GO) para auxiliar no diagnóstico precoce da doença entre a comunidade local. Pelo acordo, a mineradora irá arcar com os custos de realização de 100 testes do tipo PSA (Antígeno Prostático Específico), que serão divididos entre as oito Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município.

O teste não está disponível na lista de procedimentos com cobertura pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A análise, associada a outros fatores clínicos e exames complementares, auxilia os médicos no diagnóstico da doença e na adoção do tratamento mais adequado a cada caso. A Secretária Municipal de Saúde de Minaçu, Jordânia Fernandes, diz que os exames custeados ajudarão a identificar casos suspeitos que serão melhor investigados por especialista contratado pelo município. "É excelente esse apoio que recebemos da Serra Verde. Muito importante para ações de saúde em Minaçu", declarou. 

O público-alvo para a realização dos exames são homens a partir de 45 anos e que tenham sido direcionados pelos agentes municipais de saúde e pela coordenação de cada UBS. "A campanha do Novembro Azul faz um alerta todos os anos para que os homens cuidem da saúde e realizem seus exames preventivos. Aqui, na Mineração Serra Verde, engajamos o público interno nesse sentido anualmente e é muito gratificante para nós poder ampliar essas ações, para o cuidado também com a comunidade", afirma o Gerente de Higiene, Saúde Ocupacional, Segurança e Meio Ambiente da Mineração Serra Verde, José Zamonaro.

O Instituto Nacional de Câncer, o INCA, afirma que o câncer de próstata é o tipo mais comum da doença entre a população masculina, com mais de 65 mil novos casos diagnosticados no Brasil em 2020, o que representa 29% do total. Os fatores de risco que podem contribuir com o aumento do índice da doença são idade, excesso de gordura corporal, genética e estilo de vida e de alimentação. A detecção precoce, para identificação do tumor em fase inicial, é o que possibilita maior chance de sucesso no tratamento.