25/07/2019
BALANÇA COMERCIAL

Setor tem superávit de US$ 11 bilhões

Com exportações de US$ 23,8 bilhões e importações de US$ 12,8 bilhões, o setor mineral brasileiro registrou superávit de US$ 11,0 bilhões no primeiro semestre de 2019. Os números constam do Balanço de Desempenho do setor, elaborado pela Secretaria de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do MME. As exportações minerais representaram 22% do total de US$ 109,8 bilhões exportados pelo País. 

Considerando-se somente a indústria extrativa mineral (sem transformação), as exportações somaram US$ 11,9 bilhões, 3% acima de igual período do ano anterior. Este aumento se deve basicamente à recuperação do preço do minério de ferro, que sozinho respondeu por US$ 9,376 bilhões em exportações. Foram exportadas 162,4 milhões de toneladas de minério de ferro, ou 10% a menos do que havia sido exportado no primeiro semestre de 2018, o que se explica pelo acidente de Brumadinho. 

As importações, por sua vez, evoluíram de US$ 3,7 bilhões para US$ 4,0 bilhões, com aumento de 8%, atribuído principalmente ao incremento de preços do carvão metalúrgico e potássio, que lideram as importações minerais. 

Já a arrecadação da CFEM no semestre somou R$ 2,9 bilhões no mesmo período, com um aumento de 57,7% em comparação com o primeiro semestre de 2018, quando foram arrecadados R$ 1,3 bilhão. A maior participação na arrecadação da CFEM foi do minério de ferro, com 78%.