11/01/2017
TECNOLOGIA

CSN e Firjan buscam startups para projeto

A Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) e a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) firmaram parceria para captação de startups. Denominada ‘Programa Impulsiona’, a ação visa atrair empresas com soluções inovadoras para o setor siderúrgico.

As startups terão como principal desafio a geração de co-produtos siderúrgicos do setor da metalurgia do aço. O objetivo é aproveitar todo o excedente gerado durante o processo de produção do segmento, seja como matéria-prima ou reciclados. “O uso de co-produtos contribui para a sustentabilidade da indústria siderúrgica, ao evitar o depósito de resíduos e reduzir emissões de gás carbônico e, consequentemente, preservando recursos naturais não-renováveis”, diz Nilza Cristina Zwirman, gerente de Especificações de Produtos da CSN.

Para a companhia, o ‘Programa Impulsiona’ proporcionará a procura por novas soluções para um “desafio tecnológico próprio”, além de contribuir para a eficiência energética e sustentabilidade da CSN. “Envolver outros parceiros no desenvolvimento de produtos, tecnologias ou serviços pode agregar muito valor ao processo de inovação da organização”, afirma a gerente. A Firjan dará suporte em inovação, propriedade intelectual, patentes, treinamentos e geração de conhecimento. “É uma grande oportunidade para que pequenas empresas, startups, universidades e institutos de pesquisa possam conhecer as demandas tecnológicas de um grande cliente e, ao mesmo tempo, tenham competência para atender a este cliente, facilitando a realização de negócios e projetos”, disse o especialista em Inovação da Firjan, Fabricius Garcia.

As inscrições para o projeto estarão abertas até o dia 8 de fevereiro e as propostas serão avaliadas pela CSN e Firjan, com o resultado sendo divulgado em março. Maiores informações podem ser obtidas através do e-mail inovacao@firjan.com.br.

Veja também