06/10/2016
NEGÓCIOS

CMOC assume nióbio e fosfato da Anglo

A CMOC assumiu as operações de nióbio e fosfato da Anglo American em Catalão, Ouvidor (GO) e Cubatão (SP) por de US$ 1,7 bilhão. O acordo para compra dos ativos foi feito em abril de 2016.

O Diretor administrativo da CMOC International Brasil será Marcos Stelzer, que atuou por 25 anos na Anglo American e possui larga experiência no mercado de fertilizantes e agronegócio. “Estamos comprometidos, neste momento, em atingir o pleno potencial dos ativos, e em continuar melhorando o desempenho em segurança, estabilidade operacional e manutenção de empregos. Seguiremos em conformidade com todos os requisitos legais e fiscais reguladores no Brasil, além de contribuir para o desenvolvimento socioeconômico nas regiões em que atuamos”.

O negócio de fosfatos abrange a Mina Chapadão, Planta de beneficiamento em Ouvidor, Complexo químico em Catalão, Complexo químico em Cubatão e Depósitos minerais Coqueiros e Morro Preto. Já a operação de Nióbio inclui Mina Boa Vista, Planta de beneficiamento e metalúrgica Boa Vista, Planta Boa Vista Fresh Rock (BVFR), Planta Tailings, Mina I e Mina II (que não estão em atividade no momento) e Depósitos minerais Área Leste e Morro do Padre. Juntos, os negócios geraram receita de US$ 543 milhões e um Ebitda de US$ 143 milhões em 2015 e fornecem hoje aproximadamente dois mil empregos diretos nas localidades de atuação.

Veja também