BHP confirma que não mais fará proposta pela Anglo American

29/05/2024
A desistência foi confirmada pelo CEO da BHP, Mike Henry

 

O CEO da BHP, Mike Henry, confirma que não pretende fazer uma oferta firme pela Anglo American. A desistência foi confirmada pelo CEO da BHP,  Mike Henry, o qual afirmou: embora acreditássemos que a nossa proposta para a Anglo American era uma oportunidade convincente para aumentar efetivamente o bolo de valor para ambos os grupos de acionistas, não conseguimos chegar a um acordo com a Anglo American sobre as nossas opiniões específicas em relação aos riscos e custos regulatórios sul-africanos e, apesar de procurarmos nos envolver de forma construtiva e com inúmeras solicitações, não conseguimos acessar da Anglo American as principais informações necessárias para formular medidas para lidar com o risco excessivo que eles percebem. Continuamos acreditando que nossa proposta era a estrutura mais eficaz para agregar valor aos acionistas da Anglo American e estamos confiantes de que, trabalhando em conjunto com a Anglo American, poderíamos ter obtido todas as aprovações regulatórias necessárias, inclusive na África do Sul”.

Stuart Chambers, presidente da Anglo American, disse que o Conselho tomou conhecimento do anúncio da BHP e comentou: "A Anglo American estabeleceu um caminho claro para acelerar a entrega de sua estratégia e desbloquear valor significativo para seus acionistas. Nossos acionistas se beneficiarão da transparência de valor e da exposição não diluída a um portfólio mais simples de ativos de classe mundial, desempenho operacional consistentemente mais forte e altamente crescimento atraente em cobre, minério de ferro premium e nutrientes agrícolas. A equipe de gestão da Anglo American, apoiada pelo Conselho, está totalmente focada em cumprir os planos que estabeleceu para acelerar a entrega de valor, e fazê-lo em ritmo acelerado. Agradeço aos acionistas e partes interessadas da Anglo American pelo seu diálogo construtivo ao longo deste período, e aos nossos funcionários pela sua resiliência e compromisso. Esperamos entregar os nossos planos para o benefício dos nossos acionistas e das partes interessadas, tanto nos nossos países anfitriões como de forma mais ampla.”