01/11/2017
PARANAPANEMA

Receita líquida cresce 48%

A Paranapanema registrou recita líquida de R$ 955,6 milhões no terceiro trimestre de 2017, crescimento de 48% em relação ao segundo trimestre e um pouco menos que no terceiro trimestre de 2016. O lucro líquido foi de R$ 98 milhões, equivalente a 10,2% de margem líquida. O lucro bruto atingiu R$ 57,6 milhões no período. 
 
O volume produzido de cobre, entre julho e setembro, aumentou 35% na comparação com o segundo trimestre do ano e a utilização média de sua capacidade instalada aumentou substancialmente, de 38% para 62%. No período, a Paranapanema concluiu processo de reestruturação com o alongamento de 86% da dívida bruta, além da redução de 22% de sua dívida líquida, quando comparado com o segundo trimestre – com conversão de R$ 360 milhões de dívida em debêntures conversíveis. Com as novas ações emitidas no valor de R$ 352 milhões, o processo resultou em uma capitalização total de R$ 712 milhões. A companhia reduziu sua alavancagem, melhorou sua liquidez e a relação da dívida líquida sobre patrimônio líquido caiu para 1,7 x.
 
O aumento de capital da companhia teve a participação de atuais (CEF e Previ) e novos acionistas (Glencore e Mineração Buritirama) e a nova estrutura societária abriu maior espaço para o capital privado. No terceiro trimestre, a Paranapanema aderiu também ao Programa Especial de Regularização Tributária (PERT), com a eliminação de um passivo contingente de R$ 186 milhões, utilizando créditos fiscais, além de reverter uma provisão de créditos diferidos de Imposto de Renda no valor de R$ 373 milhões.