Para a Sigma, tecnologia mais limpa será decisiva

16/10/2021

Ana Cabral-Gardner, Co-CEO da Sigma Lithium, participou da “Cúpula FT LIVE Commodities: Ativando a transição de energia”, dia 8 de outubro, no painel Lithium: Supercharged. Durante a sessão, ela enfatizou o papel que será desempenhado pela tecnologia para impulsionar uma produção de lítio mais ecológico e menos caro, abrindo o caminho para a adoção em massa de EV (Electrical Vehicles). 

A dirigente destacou os quatro principais desafios da indústria de mineração de lítio na atual conjuntura de escassez de oferta: aumento escalonado e significativo, alcançar a sustentabilidade socioambiental, produção offtake de maior qualidade e entrega com o menor custo. "A tecnologia está impulsionando a inovação em veículos elétricos e impulsionará o futuro da indústria de lítio. Será fundamental [na indústria de lítio], e nos ajudará a tornar o lítio mais verde e mais barato. A Sigma usa bastante tecnologia verde: Nós aperfeiçoamos uma planta de separação, por meio de controle digital, onde podemos evitar uma planta de flotação por completo e todos os problemas que viriam com ela em barragens de rejeitos úmidos e produtos químicos. A tecnologia pode ser o vetor para o sucesso espetacular da indústria de lítio nos ajudando a reduzir custos e a nos manter mais verdes ou também pode desfazer esta indústria, caso não seja disciplinado o suficiente para trabalhar com downstream para permitir VEs menos caros. "

Ana disse ainda que a sustentabilidade está no centro das discussões comerciais como resultado da Europa se tornando uma grande parte da demanda de EV. “O consumidor deseja ver o carro cada vez mais com baixo carbono. No nosso caso, estamos muito próximos do caminho [em tecnologia verde] a 100% energia limpa, 100% da água sendo recirculada, não usando produtos químicos perigosos e empilhando a seco nossos rejeitos”, concluiu.