02/12/2015
POTÁSSIO

Yara ganha sócio no projeto Dallol

A Liberty Metals & Mining (LMM) adquiriu 25% da Yara Dallol por US$ 51,2 milhões. A Yara participou com US$ 35,4 milhões na operação. A viabilidade para extração de potássio do projeto foi confirmada em fevereiro deste ano na depressão de Danakil, Nordeste da Etiopia.

Após esta operação, a Yara permanece com 51,8% de participação do projeto, a LMM terá 25%, enquanto a XLR Capital Limited ficará com 23,2% no projeto Yara Dallol. "O projeto Dallol dará suporte à estratégia da Yara em desenvolver um fertilizante premium para culturas de alto valor. Estamos satisfeitos em unir forças com um investidor dedicado como a LMM, e estamos ansiosos para desenvolver o projeto ainda mais com nossos parceiros ", disse Svein Tore Holsether, Presidente e CEO da Yara.

O estudo de viabilidade confirmou reservas e viabilidade técnica para produção anual de 600 mil toneladas de sulfato de potássio (SOP) por um período de 23 anos. O projeto tem recursos adicionais  que pode aumentar sua vida útil e produção, como desenvolver novos mercados para o SOP.

O projeto Yara Dallol está previsto para começar a operar até o final de 2018. O estudo de viabilidade independente do projeto estima investimentos de US$ 740 milhões e custo de US$ 167 por tonelada métrica. O fechamento é esperado para antes do final de 2015, e está prevista a decisão final de investimento para o projeto para meados de 2016.

Veja também