31/01/2019
VCE

Vendas líquidas crescem 21%

A Volvo Construction Equipment (Volvo CE) registrou vendas líquidas de 20.323 milhões de coroas suecas (SEK) no 4º trimestre de 2018, um crescimento de 21% sobre o mesmo período do ano anterior. O resultado operacional aumentou 19% e atingiu 2.157 milhões de coroas suecas, correspondendo a uma margem operacional de 10,6%. O lucro foi positivamente impactado por maiores vendas, que foram parcialmente compensadas por maiores custos de produção e despesas com vendas.

Em 2018, as vendas líquidas da VCE somaram SEK 84.238 milhões, uma expansão de 27%, enquanto o lucro operacional ajustado aumentou para SEK 11.306 M, correspondendo a uma margem operacional de 13,4%.

A demanda europeia aumentou 12% no último trimestre de 2018, impulsionada pelo forte crescimento na Rússia e um incremento moderado no Reino Unido, França, Itália e Alemanha. Na América do Norte houve alta de 16% em relação ao mesmo período de 2017, ajudada pela maior demanda por escavadeiras (escavadeiras compactas com 10%, escavadeiras maiores com 23%), enquanto a América do Sul obteve um ganho de 20%, acima dos baixos níveis do 4º trimestre 2017 e impulsionado principalmente pelo crescimento no Brasil. Excluindo a China, os mercados asiáticos subiram 11% em relação ao ano passado, impulsionados por uma melhora na Índia. O mercado chinês em si cresceu 35% acima de 2017, impulsionado pela maior demanda por escavadeiras (compactas e de uso geral) e pás-carregadeiras de rodas.

O número de encomendas no 4º trimestre de 2018 cresceu 9%, em grande parte pela demanda por máquinas da marca SDLG na China. A entrada de pedidos na Europa aumentou 2% em relação ao mesmo período de 2017. Na América do Norte, a entrada de pedidos diminuiu 24%, devido a menores pedidos em máquinas de médio e grande porte. Na Ásia, a entrada de pedidos cresceu 26%, enquanto na América do Sul caiu 5% e 22% na África e Oceania.

As entregas aumentaram em 24% durante o período, impulsionadas novamente pelos maiores volumes de produtos SDLG na China e pelo bom crescimento em todas as principais regiões. “2018 foi um ano recorde para a Volvo CE, impulsionado pela boa demanda de todas as principais regiões nos setores de construção, infraestrutura e mineração”, diz Melker Jernberg, presidente da Volvo Construction Equipment.

Durante o ano, a Volvo CE demonstrou protótipos de máquinas elétricas e realizou um teste de 10 semanas juntamente com a cliente Skanska, para testar o conceito de Electric Site. O conceito é baseado em máquinas autônomas da Volvo, elétricas e conectadas que funcionam em uma pedreira. Os resultados mostraram que o Electric Site pode fornecer reduções significativas nas emissões de carbono, bem como os custos do operador.

No início de 2019, a Volvo CE anunciou que deixaria de fornecer equipamentos compactos menores movidos a diesel em favor de máquinas totalmente elétricas.