28/02/2019
VOLVO

Vendas de equipamentos crescem quase 50%

A Volvo Construction Equipment está comemorando bons resultados em 2018 nos mercados da América Latina, principalmente o Brasil. De acordo com o presidente da empresa, Luiz Marcelo Daniel, computando-se o resultado das marcas Volvo e SDLG (que está sob o guarda-chuva da Volvo Construction Equipment), as vendas tiveram um crescimento de 47,7% no mercado brasileiro, sendo que somente a Volvo teve um aumento de 67,4% em suas venda no País. O dirigente atribui o bom resultado à retomada da economia brasileira e ao crescimento no setor de equipamentos de construção. “Praticamente todas as linhas de máquinas apresentaram aumento de vendas no País, depois de um período bastante difícil”, afirmou Daniel, explicando que também no segmento de máquinas de grande porte, que inclui carregadeiras, escavadeiras e caminhões articulados,  a Volvo registrou boa performance, alcançando um aumento de 59% nas vendas. Ele também destacou o crescimento da SDLG, que já representa um terço dos negócios da companhia. 
 
As carregadeiras e escavadeiras lideraram as vendas e os segmentos que fizeram mais aquisições foram os de mineração e agroflorestal. Aliás, segundo Daniel, o agronegócio tem representado uma boa fatia no crescimento da Volvo CE. Mas também os segmentos de siderurgia e minério de ferro além da produção de celulose, se destacaram. 
De acordo com Daniel, o mercado desse tipo de máquinas no Brasil atualmente está em torno de 7 mil unidades/ano (já chegou a um pico de 25 mil unidades/ano em 2013) e a projeção da Volvo é que a partir deste ano e até 2021 o mercado evolua para algo em torno de 14 a 16 mil máquinas/ano, tendo em vista as perspectivas de crescimento de alguns segmentos como agronegócio, manuseio de materiais, mineração, florestal, pedreiras e agregados. 
 
Com base nisso a Volvo prepara lançamentos, visando expandir o portfolio e ampliar sua fatia de mercado. Até 2020, a empresa espera ter lançado 21 novos produtos no Brasil, incluindo quatro modelos de caminhões articulados , o sistema Load Assist (pesagem a bordo) para carregadeiras de rodas  e o Haul Assist para caminhões articulados. Também está projetado o aumento do sistema Active Care Direct, para monitoramento de frotas à distância. Atualmente o sistema está instalado em 250 máquinas no Brasil e até o final de 2019 espera-se que chegue a 1 mil máquinas e também seja extendido para a América Latina.

Veja também

13/03/2019
SCHNEIDER ELECTRIC | Mulheres para Engenharia e Tecnologia
07/03/2019
EQUIPAMENTOS | Volvo CE adquire sueca CeDe Group
28/02/2019
NEGÓCIOS | FLSmidth e a AuTec firmam contrato
20/02/2019
FORNECEDORES | Anglo American premia Clariant
14/02/2019
BENS DE CAPITAL | Setor deve investir 30% a mais
31/01/2019
SANDVIK | Compra da Artisan Vehicle Systems
03/01/2019
MANUTENÇÃO | Metso adquire a HighService Service