22/02/2017
SIDERURGIA

Thyssenkrupp vende a CSA para a Ternium

A Thyssenkrupp deu mais um passo para sair do setor de siderurgia nas Américas: pelo valor de 1,5 bilhão de euros, vendeu a CSA Siderúrgica do Atlântico para a Ternium. “Com a venda da CSA, nos separamos definitivamente da Steel Americas. Isso é um marco importante no redirecionamento da Thyssenkrupp para um grupo industrial forte”, disse Heinrich Hiesinger, CEO da Thyssenkrupp AG. “Dessa forma, mais de 75% do volume de vendas será gerado com os nossos negócios rentáveis de bens de capital e serviços”, acrescentou.

A venda permitirá que a Thyssenkrupp reduza consideravelmente sua dívida financeira líquida, embora tenha que realizar uma baixa contábil de 0,9 bilhão de euros. A idéia é que a transação esteja concluída até 30 de setembro de 2017. O negócio encerra uma trajetória de déficits da área de negócios Steel nas Américas, segundo a empresa alemã. Até hoje, a Thyssenkrupp desembolsou mais de 12 bilhões de euros, somando investimentos e prejuízos na Steel Americas. Mesmo após a dedução das receitas da venda das usinas nos EUA e no Brasil, e da participação da Vale na CSA, resta uma perda de 8 bilhões de euros.