02/05/2019
DIAMANTES

Tecnologia recupera pedra preciosa

A Tomra Sorting Mining recuperou um dos maiores diamantes já registrados da história, com 1.758 quilates, através da tecnologia de sensores XRT. O trabalho foi encomendado pela Lucara Diamond Corp em sua Mina Karowe, em Botsuana. O diamante é o maior a ser extraído em Karowe e pesa perto de 352 gramas. A análise detalhada está em andamento.
 
Desde a introdução da tecnologia Tomra XRT como a principal ferramenta de recuperação da mina, em 2015, foram recuperados dois diamantes maiores que 1.000 quilates. Essa recuperação recorde destaca ainda mais o sucesso da tecnologia, que detectou quatro dos dez maiores diamantes do mundo até o momento.
 
"Como o maior diamante já recuperado por um processo mecânico, ele reforça o valor incomparável que a XRT oferece às empresas de mineração de diamantes e kimberlito", comentou Geoffrey Madderson, gerente de segmento de diamante da Tomra Sorting Mining. "A estratégia inovadora da Lucara em combinação com a tecnologia de sensores de classe mundial da Tomra provou mais uma vez um enorme sucesso", acrescentou Madderson. A Tomra opera atualmente XRT e outros equipamentos avançados de classificação óptica na Rússia, Canadá, Brasil e outros países ao redor do mundo.

Veja também

27/03/2019
DIAMANTES | Mina da Lipari pode ser subterrânea
06/12/2018
DIAMANTES | DM Mineração investe no Piauí
14/11/2018
DIAMANTES | Monitoramento 3D em minas
27/09/2018
DIAMANTES | Descobre zona rica no Jequitinhonha
05/07/2017
DIAMANTES | Five Star abre o mercado em Toronto
29/03/2017
PEDRAS PRECIOSAS | MME e CPRM divulgam dados do Projeto Diamante
22/09/2016
DIAMANTES | Turquoise e Five Star anunciam fusão