17/05/2018
SUSTENTABILIDADE

Sistema separa ouro a seco

Com apoio da Ourominas e da Verdés, será lançado no dia 22 de maio no mercado brasileiro o equipamento de separação de ouro e cobre Eco Gold System Joares. A novidade é altamente sustentável, por não utilizar água e agentes químicos, além de separar o material residual do processo, que pode ser transformado depois em telhas e pisos. Atualmente o Brasil produz cerca de 100 toneladas de ouro anuais. Além do mercado e joias, o ouro é utilizado em equipamentos eletrônicos de aviação, componentes aeroespaciais, fabricação de cabos, entre outros setores que necessitam metais nobres.

A nova tecnologia chega ao mercado após quase dez anos de testes e pesquisas. O projeto foi idealizado pelo empresário, Juares Filho, diretor da Ourominas. Há tempos ele se dedica a encontrar uma solução mais sustentável que atenda tanto ao garimpo quanto às mineradoras-júnior e grandes mineradoras. Com aproveitamento de 90% do ouro, a grande inovação da tecnologia do Eco Gold System Joares é seu sistema de separação a seco que isola o minério de ouro de outros materiais, o que evita a necessidade de utilização de produtos tóxicos, como cianeto ou mercúrio, entre outros. “Esse processo de amalgamação do ouro já era conhecido pelos fenícios e cartagineses em 2.700 a.C e até hoje evoluiu-se pouco nesse sentido. O uso do mercúrio e cianeto continua causando danos para a saúde humana, fauna e flora das regiões de garimpagem”, esclarece o engenheiro químico com especialização em gestão ambiental da Verdés, Gustavo Andrade.

Outro diferencial importante do Eco Gold System Joares está no material residual do processo, que pode ser reaproveitado como matéria prima e que, somada à argila, permite a fabricação de cerâmicas, tijolos ou telhas em olarias. Dessa forma, agrega mais uma fonte de renda ao negócio, que pode ser equivalente até ao da mineração do ouro. O Eco Gold System Joares possui o Selo Verde, certificado concedido às organizações que em seu maior potencial buscam em suas atividades e/ou processos produtivos a valorização humana e sustentabilidade ambiental.

Veja também