Sequenciamento verde na mineração

09/07/2021

Resumo

Um dos maiores desafios da mineração do século 21 é a obtenção e a manutenção da Licença Social para Operar. Este tem sido apontado como o item mais crítico nos últimos anos por várias consultorias de negócio especializadas em indústrias extrativas. Hoje é prioritário que empresas listadas em bolsas de valores adotem práticas alinhadas com os conceitos ESG. Isto é especialmente relevante para a mineração, devido ao impacto territorial inerente à atividade.

Por este motivo, é necessário se repensar a prática operacional, com foco na maior redução de sua interferência ambiental. O presente trabalho apresenta e discute os conceitos preconizados pelo Sequenciamento Verde orientados ao desenvolvimento sustentável. Inicialmente é discutida a importância do Plano Diretor, imprescindível para nortear todo o desenvolvimento de um projeto de mineração, em uma visão ampla e sistêmica, espelhando a estratégia da empresa.

Em sequência, são apresentados os conceitos gerais da atividade do planejamento de lavra, aderentes aos preceitos do Sequenciamento Verde e alinhados com as diretrizes do Plano Diretor. Complementando a conceituação, são citadas algumas boas práticas que podem ser adotadas pelas empresas de mineração que buscam alinhar seus procedimentos aos preceitos do Sequenciamento Verde. Um segundo trabalho técnico, a ser publicado futuramente, apresentará um caso real de aplicação destes conceitos e exemplificará algumas das boas práticas aqui apresentadas.

Leia o artigo completo na página 42 da edição 410 de Brasil Mineral