22/03/2018
MAGNESITA

Receita líquida cresce 18,1% em 2017

A Magnesita Refratários registrou receita líquida de US$ 1,151 bilhão em 2017, um aumento de 18,1% comparado aos US$ 974,5 milhões do exercício anterior. A receita líquida do quarto trimestre saltou de US$ 248,8 milhões, em 2016, para US$ 310 milhões nos três meses finais de 2017, o que representou acréscimo de 24,6%. O EBITDA ajustado (excluindo-se outras receitas e despesas operacionais) somou US$ 187,3 milhões em 2017, 23,7% acima do ano anterior (US$ 151,4 milhões). A margem EBITDA ajustada atingiu 16,3% em 2017, comparada a 15,5% em 2016. Na comparação trimestral, o Ebitda ajustado saltou de US$ 35,6 milhões, em 2016, para US$ 54,2 milhões em 2017, aumento de 52,3%. Já a margem Ebitda passou de 14,3% para 17,5% na mesma comparação trimestral. 
 
A companhia registrou prejuízo líquido de US$ 74,2 milhões em 2017. O prejuízo é explicado principalmente pelo impairment não-recorrente registrado na linha “outras receitas e despesas operacionais”, como reflexo da venda do negócio de Oberhausen em 2017. Esse resultado contrasta com o lucro de US$ 133,2 milhões registrado em 2016, onde a venda do negócio do Talco foi responsável pela realização de lucros não-recorrentes naquele ano.

Veja também