16/08/2018
GERDAU

Receita líquida atinge R$ 12 bilhões

A Gerdau registrou receita líquida de consolidada de R$ 12 bilhões no segundo trimestre de 2018, 31% de crescimento sobre o mesmo período do ano anterior. As vendas físicas alcançaram 3,8 milhões de toneladas, um aumento de 3% sobre o mesmo trimestre do ano passado, enquanto a produção somou 4 milhões de toneladas, uma queda de 2% na comparação entre abril e junho de 2017. 
 
O Ebitda da Gerdau atingiu R$ 1,8 bilhão no segundo trimestre, evolução de 57% em relação ao segundo trimestre de 2017 e o melhor desempenho trimestral dos últimos dez anos. O bom desempenho se refere aos esforços de gestão que fizeram com que as despesas com vendas, gerais e administrativas chegassem ao seu melhor nível histórico. Já o lucro líquido ajustado, excluindo principalmente os efeitos não-recorrentes pela venda da operação no Chile, passou de R$ 147 milhões no segundo trimestre de 2017 para R$ 746 milhões no segundo trimestre de 2018. “Fechamos o trimestre com um dos melhores resultados dos últimos anos, o que reforça nossa confiança e estamos no caminho certo, na busca por maior rentabilidade e retorno para nossos acionistas” disse o diretor-presidente (CEO) da Gerdau, Gustavo Werneck. 
 
No primeiro semestre de 2018 a receita líquida cresceu 27%, para R$ 22,4 bilhões, enquanto que as vendas físicas aumentaram 6%, somando 7,7 milhões de toneladas. De janeiro a junho, o Ebitda foi de R$ 3,2 bilhões, 64% de acréscimo, e o lucro líquido ajustado atingiu R$ 1,2 bilhão contra R$ 113 milhões no primeiro semestre de 2017. Nos primeiros seis meses do ano foram destinados R$ 516 milhões em investimentos para as operações da Gerdau globalmente, majoritariamente dedicados à manutenção das unidades.

Veja também