26/04/2017
ANGLO AMERICAN

Produção de minério sobe 30%, níquel cai 12%

A Anglo American produziu 4,3 milhões de toneladas de minério de ferro (base úmida) no Sistema Minas-Rio no primeiro trimestre deste ano, 30% a mais em relação ao mesmo período do ano passado. A operação prossegue no processo de ramp-up até sua capacidade operacional atual. A Anglo prevê produzir algo entre 16 e 18 mil toneladas anualmente. Após a conclusão da fase 3, a empresa projeta condições de produzir em sua capacidade nominal de 26,5 milhões de toneladas (base úmida) por ano.
 
Já a produção de níquel em Barro Alto (GO) caiu 12% no primeiro trimestre, com volume de 9.900 toneladas. A queda é explicada por conta da manutenção não prevista dos fornos elétricos da unidade. Como consequência, a previsão de produção para o ano foi revisada para 43 mil a 45 mil toneladas (anteriormente ~ 45 mil toneladas). 
 

Veja também

20/02/2019
ANGLO AMERICAN | Negociando retirada de comunidades
20/02/2019
FORNECEDORES | Anglo American premia Clariant
31/01/2019
ANGLO AMERICAN | Produção de cobre cresce 7%
31/01/2019
MINÉRIO DE FERRO | Vallourec investe em expansão
04/01/2019
ANGLO AMERICAN | Mudança de comando no Brasil
03/01/2019
MINÉRIO DE FERRO | Minas-Rio pronto para a retomada
20/12/2018
MINÉRIO DE FERRO | Produção da CSN deve crescer 33%
13/12/2018
COMPANHIAS | Anglo American projeta crescimento
13/12/2018
MINÉRIO DE FERRO | Vale fará expansão em Brucutu
13/12/2018
ANGLO AMERICAN | R$ 20 milhões para municípios mineiros