23/12/2015
LARGO RESOURCES

Novo crédito para reestruturação de dívida

A Largo Resources anunciou que assinou um termo de compromisso com um consórcio de bancos comerciais para a concessão de um novo crédito e reestruturação do empréstimo baseado em créditos de exportação da sua mina Maracás Menchen. Os termos do novo empréstimo incluem: capital para operação no valor de R$ 104,5 milhões em 12 meses, começando em janeiro de 2016; capital para operação no total equivalente ao valor de mercado dos contratos de swap aplicável a um dos contratos de exportação; margem igual à taxa interbancária (CDI) mais 5,7% ao ano; dois anos de carência para os juros e principal, contado a partir da data do desembolso; pagamento em parcelas trimestrais a partir do final do período de carência; prazo final de 84 meses após o desembolso.

A reestruturação dos créditos de exportação está condicionada ao aporte de pelo menos US$ 20 milhões para capital de operação na mina Maracás Menchen. A companhia também concorda, juntamente com os credores, que o termo indicativo também contemple um crédito adicional de capital de operação no valor de R$ 117,8 milhões, com um ano de carência para pagamento do principal e juros. Também concorda que, ao final do período de carência, a companhia continue a cumprir com as obrigações relativas ao créditos atualmente existentes.

Mark Smith, presidente e CEO da Largo, afirmou que está grato com o compromisso dos credores em prover a companhia de fundos adicionais e reestruturação do débito atual durante um período de preços muito baixos para as commodities e fraqueza geral do mercado de mineração. Nós acreditamos que a mina Maracás Menchen provou sua qualidade técnica e se beneficiará enormemente de um incremento nos preços do vanádio após o período de aixa histórica”.