28/08/2019
ZINCO

Nexa passa a deter 100% de Aripuanã

A Nexa Resources, por meio de sua subsidiária Votorantim Metals Canada Inc, firmou contrato definitivo com a Karmin Exploration Inc. e com a Bolsa de Valores de Lima (KAR). Pelo contrato, a Nexa adquire a Karmin por US$ 70 milhões. Atualmente a Karmin detém indiretamente 30% no projeto de zinco Aripuanã, localizado em Mato Grosso. Após o fechamento da transação, a Nexa e suas afiliadas serão proprietárias de 100% do Projeto Aripuanã.

“A aquisição consolida nossa propriedade do Projeto Aripuanã, fornecendo flexibilidade de marketing e vendas para melhorar nossas margens. Acreditamos que este é um acordo estratégico e de acréscimo para a Nexa, enquanto também beneficia a Karmin”, disse Tito Martins, CEO da Nexa.

O projeto Aripuanã tem vida útil estimada em 13 anos, com base nas reservas minerais atualmente definidas, com uma extensão potencial de vida útil de até seis anos com base nos recursos minerais inferidos atuais significativos e nos comprovados recursos da Nexa. 

A empresa acredita que o Projeto Aripuanã tem um potencial inexplorado significativo para prolongar a vida útil da mina além de sua reserva mineral e vida útil dos recursos. Segundo as campanhas de perfuração de exploração existentes, existe potencial de descobrir novos depósitos em corpos satélites (alvos de Babaçu e Massaranduba), que poderão ser integrados no futuro ao Projeto Aripuanã. O depósito pode apresentar a existência de outras estruturas mineralizadas que poderiam fazer parte de um trend mineral maior. A Nexa acredita que a transação potencialmente desbloqueará sinergias operacionais e fiscais em suas operações.

Veja também