10/04/2019
SIDERURGIA

Nasce a Nippon Steel Corporation

A Nippon Steel & Sumitomo Metal Corporation (NSSMC), a partir de mudando o nome comercial para Nippon Steel Corporation. A mudança inclui as subsidiárias consolidadas. No Brasil, a Nippon Steel & Sumitomo Metal Empreendimentos Siderúrgicos passa a se chamar Nippon Steel América do Sul. No País, a Nippon Steel chegou há 60 anos, mais precisamente em Minas Gerais e hoje em dia as indústrias japonesas estão entre os maiores investidores do Brasil. O anúncio oficial da mudança de nome ocorreu em maio de 2018 no Japão e visa corroborar cada vez mais a participação da empresa no mercado mundial do aço e seus derivados.
 
A empresa, que já havia registrado crescimento com a fusão entre a Nippon Steel e a Sumitomo Metal, continuou em alta com a consolidação da Nisshin e da Sanyo, outras duas siderúrgicas nipônicas. “Escolhemos um nome mais abrangente e fácil de explicar que nossa empresa é japonesa (Nippon = Japão); visando também o crescimento contínuo e global”, explica o presidente da Nippon Steel no Brasil, Yuichi Akiyama, também responsável pelo projeto Usiminas.
 
A Nippon Steel Corporation possui 13 fábricas no Japão e desenvolve projeto de aço em 21 países, com foco em três áreas de negócios : produtos de aço automotivo de alta qualidade ; recursos e energia ; engenharia civil, construção e ferrovias. A Nippon opera também nos segmentos de aço, engenharia, produtos químicos / novos materiais e soluções de sistemas.
 
A mudança também envolve uma nova direção. Após dois anos na função de diretor para as Américas da Nippon Steel Sumitomo Metal Corporation no Brasil, Kazuhiro Egawa retorna ao Japão, onde assume como CEO da Kurosaki Harima Corporation. Yoshiaki Shimada, ex-diretor executivo da unidade de Produtos Planos da Nippon Steel & Sumitomo Metal Corporation, em Tóquio, assume o cargo. Shimada iniciou as atividades na multinacional em abril de 1986. Em continuidade à linha sucessória, Yuichi Akiyama, indicado em agosto de 2018, é o presidente da Nippon Steel no Brasil nos próximos anos. Akiyama também é responsável pelo projeto Usiminas. Iniciou a carreira na companhia em abril de 1991. Em outubro de 2000 foi nomeado diretor da Nippon Steel Empreendimentos Siderúrgicos Ltda no Brasil. Em 2015 esteve à frente da gerência geral de desenvolvimento de negócios globais.

Veja também