Mulheres já são 13% do quadro de colaboradores

23/06/2022
A adesão tem como meta tornar a empresa apoiadora das lutas pela diversidade e equidade na mineração e pela transformação do setor. 

A Yamana Gold informa que aderiu ao Movimento Mulheres na Mineração no Brasil por meio da WIM Brasil - Women in Mining Brasil. A adesão tem como meta tornar a empresa apoiadora das lutas pela diversidade e equidade na mineração e pela transformação do setor. 

A Yamana afirma que sabe da necessidade da aplicação de programas de inclusão de gênero bem estruturados e de indicadores de progresso que utilizem uma abordagem focada em resultados e no estabelecimento da equidade sistêmica. A Jacobina Mineração Yamana Gold já contrata mulheres para cargos de todos os níveis por meio do programa Diversidade Feminina, criado para fortalecer e integrar, constantemente, as mulheres no processo de trabalho da mineração.

O WIM Brasil é um movimento que se consolidou no início de 2019 e tem como objetivo a ampliação e o fortalecimento da participação das mulheres na mineração. “Atualmente a Yamana possui cerca de 13% de mulheres no seu quadro de colaboradores mas a ideia é aumentar esse indicador, cada vez mais. A presença da mulher na mineração é muito importante, queremos que elas sejam absorvidas pelo mercado de trabalho da mineração e também que ocupem cargos de liderança. Integrar a este movimento como empresa signatária significa construir pontes entre o propósito do movimento e as pessoas do setor mineral, além de multiplicar e difundir os ideais do grupo”, explica Carolina Batista, Diretora Jurídico da Yamana Gold.