07/03/2019
AGREGADOS

Movimento Responsabilidade de Peso

O Sindipedras, Sindiareia, a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e a Associação paulista das Empresas Produtoras de Agregados para Construção (Apepac) lançaram o Movimento Responsabilidade de Peso. A campanha tem como objetivo unir produtores, transportadores e consumidores de brita em uma ação conjunta de responsabilidade social, estimulando-os para garantir estradas mais seguras e amplo respeito a todos os usuários de rodovias paulistas.

De olho na segurança das estradas durante o transporte das cargas, cada elo da cadeia tem suas responsabilidades. Os produtores de brita do estado de São Paulo mantêm rigoroso controle de peso em suas expedições , com equipamentos de precisão e profissionais treinados no embarque de produtos. Os produtores também passarão a emitir selos de “certificação de peso” adesivados nas notas fiscais em cada embarque. Já aos clientes de brita cabe a inspeção nas contratações, atendimento ou intermediação de pedidos. Segundo o Movimento, é possível que esteja havendo negligência sobre o limite legal de peso sempre que o preço do transporte estiver muito abaixo do convencional de mercado. É válido lembrar que os excessos de carga também podem estar relacionados à sonegação fiscal.

Os transportadores autônomos e empresas de logística se comprometem a não acrescentar cargas de outras origens durante o trajeto, de maneira a não exceder o peso máximo da carga prevista em lei. Desta forma, será mantida a manutenção e características adequadas dos veículos, fundamental para a segurança no transporte. Governo e órgãos públicos ficam responsáveis pela fiscalização do peso dos veículos, uma vez que o procedimento garante a segurança, durabilidade de pavimento e impede a concorrência desleal.

Maiores informações sobre o Movimento Responsabilidade de Peso podem ser encontradas no site http://sindipedras.apepac.org.br/movimento.