03/02/2016
ANGLO AMERICAN

Maior produção de níquel, nióbio e fosfato

A Anglo American produziu 10.500 toneladas de níquel no 4º trimestre de 2015 no Brasil, o que representa um crescimento de 57% sobre o volume produzido no mesmo trimestre de 2014 (6.700 toneladas). A produção da Companhia aconteceu nas operações em Barro Alto e Niquelândia, em Goiás. No ano de 2015, foi produzido um total de 30.300 toneladas de níquel.

Nas unidades de Catalão e Ouvidor, também em solo goiano, a Anglo viu a produção de nióbio disparar 23% no último trimestre de 2015, somando 1.600 toneladas, ante as 1.300 toneladas do mesmo período do ano anterior. O número refletiu a continuidade do ramp-up da planta BVFR. A expectativa é que a produção aumente para 6.800 toneladas por ano quando a planta atingir a capacidade nominal no 3º trimestre de 2016. A Anglo American produziu no ano passado 6.300 toneladas de nióbio no país.

“Em Níquel, a reforma planejada dos fornos de Barro Alto foi concluída com sucesso em 2015. Em Nióbio, continuamos progredindo na fase de ramp-up da planta Boa Vista Rocha Fresca (BVFR) e, em Fosfatos, focamos nossas ações e na estabilidade e controle dos nossos processos”, explicou o Presidente dos negócios Níquel, Nióbio e Fosfatos da Anglo American, Ruben Fernandes. A produção de fertilizantes passou de 284.900 para 303.400 toneladas na comparação dos últimos trimestres anuais, o que significou incremento de 6%. Nos últimos três meses do ano passado, foram produzidas 355.700 toneladas de concentrado, 63.900 toneladas de ácido fosfórico e 38.700 toneladas de DCP (fosfato bicálcico Copefós). No ano de 2015, a empresa registrou uma produção total de 1.341.400 toneladas de concentrado, 265.100 toneladas de ácido fosfórico, 1.110.800 toneladas de fertilizantes e 147.300 de DCP.