20/02/2019
USIMINAS

Lucro líquido cresce 163%

A Usiminas obteve lucro líquido de R$ 829 milhões em 2018, um crescimento de 163% em relação ao ano anterior (R$ 315 milhões). O Ebitda Ajustado atingiu R$ 2,7 bilhões no período, contra os R$ 2,2 bilhões registrados em 2017, enquanto a margem Ebitda Ajustado ficou em cerca de 20%, mantendo-se estável na comparação com 2017. 
 
Os melhores preços praticados em 2018, somados às vendas de 4,2 milhões de toneladas de aço (+4%) contribuíram para o bom resultado da companhia. O destaque anual ficou também, para as vendas de minério de ferro, 6,5 milhões de toneladas, uma alta de 76% sobre 2017. 
 
No 4º trimestre de 2018 a Usiminas lucrou R$ 401 milhões, resultado bem acima dos R$ 289 milhões no trimestre anterior. Já o Ebitda Ajustado de outubro a dezembro do ano passado atingiu R$ 830 milhões. De julho a setembro de 2018, ficou em R$ 703 milhões. No último ano a Usiminas investiu R$ 463 milhões, montante superior aos R$ 216 milhões contabilizados em 2017. Em relação ao endividamento financeiro, a dívida bruta da empresa caiu de R$ 6,7 bilhões em 31/12/2017 para R$ 5,9 bilhões ao final de 2018, uma redução de 12,1%.
 
“Em 2018, a Usiminas encerrou um período voltado à recuperação dos resultados. Agora, iniciamos uma nova fase em que o nosso foco passa ser a perenidade da empresa e a sustentabilidade dos negócios. Para isso, devemos ir além dos números e atuar fortemente na transformação digital, na mudança do mindset da companhia, na gestão de pessoas, na preparação dos nossos líderes para enfrentar os desafios que o presente e futuro apresentam. A força motriz do novo ciclo que iniciamos em 2019 será a inovação”, disse o presidente da Usiminas, Sergio Leite. 

Veja também

20/12/2018
USIMINAS | Bradesco BBI prevê venda da MUSA
13/12/2018
USIMINAS | Inscrições para programa Aprendiz
01/11/2018
USIMINAS | Melhor resultado em oito anos
26/07/2018
MINERAÇÃO USIMINAS | Carlos Rezzonico assume direção
14/06/2018
EMPRESAS | S&P eleva rating da Usiminas