23/02/2018
ANGLO AMERICAN

Lucro em 2017 sobe para US$ 3,2 bilhões

A Anglo American está comemorando um incremento de 93% no fluxo de caixa, que ficou em US$ 4,9 bilhões, e redução do endividamento líquido para US$ 4.5 bilhões em 2017 (47% de redução). De acordo com Mark Cutifani, CEO da empresa, estes resultados financeiros foram possíveis graças a melhorias na produtividade (que aumentou 28% no ano) e eficiência, evolução do portfólio e melhoria nos preços de muitos dos produtos produzidos pelo grupo. Tais resultados permitiram um incremento nos dividendos, que chegaram a US$ 1.02 por ação no ano. 
 
“Nós ultrapassamos nossas metas de melhoria no volume de produção e custos para o ano, alcançando um Ebitda de US$ 1.1 bilhão. Com isto, nos últimos cinco anos melhoramos o nosso Ebitda em US$ 4.2 bilhões”, disse Cutifani, acrescentando que acredita em um crescimento anual de US$ 3-4 bilhões até 2022 em função dos volume, melhoria de produtividade e redução de custos. 
 
O Ebitda gerado teve um incremento de 45%, chegando a US$ 8.8 bilhões, enquanto o lucro atribuível aos acionistas somou US$ 3,2 bilhões. Com uma redução de 26% nos custos, a margem Ebitda foi de 33%. Mesmo reduzindo seus ativos em 47%, a empresa conseguiu obter um aumento de produção de 9%. 
 
Em 2017 a Anglo American investiu em capex US$ 2.2 bilhões e planeja, para 2018, uma cifra entre US$ 2.6 e US$ 2.8 bilhões. 

Veja também

29/06/2018
ANGLO AMERICAN | Convênios de R$ 20 mi no Minas-Rio
24/04/2018
MINÉRIO DE FERRO | Produção no Minas-Rio cai 30% no trimestre
15/03/2018
MINÉRIO DE FERRO | Anglo American pede desculpas por vazamento
25/10/2017
ANGLO AMERICAN | Produção cai 6% no Minas-Rio
26/07/2017
ANGLO AMERICAN | Produção de ferro aumenta 24%
13/07/2017
ANGLO AMERICAN | Abertas vagas para deficientes