13/07/2017
PRÊMIO

Iniciativa sustentável da Usiminas é reconhecida

A Usiminas recebeu o “Certificado de Reconhecimento” pelo projeto desenvolvido para produzir blocos intertravados a partir de agregado siderúrgico no ultimo dia 5 de julho, durante o encontro “Construindo rumos para o Brasil”, promovido pela FIEMG Regional Vale do Aço, em Ipatinga (MG). Em parceria com o Sesi e a empresa Precomol, a iniciativa se destaca pela inovação e ecoeficiência dos processos produtivos. 
 
“O investimento que fizemos em programas como o Caminhos do Vale e, mais recentemente, no projeto Artefatos – Blocos Intertravados nos credenciou a receber esse reconhecimento, afirmou Tulio César do Couto Chipoletti, vice-presidente Industrial da Usiminas, que recebeu o certificado das mãos dos presidentes estadual e regional da FIEMG, Olavo Machado Júnior e Luciano José de Araújo. “Temos que continuar nessa trajetória, reforçando os conceitos de sustentabilidade, uma das prioridades da nossa empresa”, afirma Tulio.
 
Para o coordenador do Grupo de Trabalho de Coprodutos da Usiminas, Henrique Hélcio Eleto dos Santos, a transformação de agregado siderúrgico de Aciaria, escória de Altos-Fornos e óxido de ferro das Laminações da Usina de Ipatinga em um novo material vai além da produção do bloco intertravado. “Com isto, cria-se uma mudança do formato tradicional de produção por um modelo mais sustentável, baseado na chamada Economia Circular e reaproveitando tudo o que é produzido. A ideia é, por meio da união de esforços e de parcerias, transformar problemas em oportunidades, resíduos em recursos e, com isso, promover o desenvolvimento de novos negócios sustentáveis, gerando riquezas, empregos e renda no Vale do Aço”, explica. 
 
O bloco intertravado e outros artefatos de concreto, como muros, mourões, boca de lobo, tubos e meio fios, é um subproduto da indústria siderúrgica que pode se transformar ainda em corretivos e fertilizantes para agricultura, em pavimentação de estradas, como lastro ferroviário e até na indústria de cimento.