12/09/2019
EXPOSIBRAM

ICMM defende “mineração com princípios”

Durante a Exposibram 2019 um dos temas abordados foi a "Mineração com Princípios". O assunto é um desafio para o setor, já que propõe, além de mudanças, maior agilidade para o processo de adequação de toda a cadeia produtiva a uma lista de recomendações mundiais, que devem ser aplicadas em âmbito local.

O presidente do Conselho Internacional de Mineração e Metais (ICMM), Tom Butler, abordou o processo de constantes mudanças que têm ocorrido em função dos avanços tecnológicos e da percepção social sobre a atividade minerária, com foco em gestão da água, redução de resíduos, saúde e segurança dos trabalhadores e, também, nas alterações do modelo global de governança e de prestação de contas.

Para Butler, os acidentes em Mariana e Brumadinho colocaram em xeque a confiança no setor mineral. "Tradicionalmente, o setor não comunica bem. Nesse momento, é preciso estar disposto a receber críticas, mas insistir que os produtos da mineração são, a cada dia, mais necessários", destaca.

O professor da Fundação Dom Cabral (FDC) e consultor, Cláudio Bruzzi Boechat, enfatizou a importância da Carta compromisso do Ibram perante a sociedade que foi anunciada na solenidade de abertura da Exposibram 2019 . 'Neste momento, as mineradoras devem implementar mudanças para a gestão de resíduos até 2020", lembra. Para o presidente do Conselho Diretor do Ibram, Wilson Nélio Brumer, o distanciamento das companhias nos últimos anos foi prejudicial ao setor. "Temos que nos juntar neste esforço. Sem a cadeia produtiva e os prestadores de serviços, não conseguiremos alinhar os objetivos já propostos", afirma.

Veja também

17/09/2019
MINERAÇÃO | Setor tem que reconquistar reputação
17/09/2019
TERRAS INDÍGENAS | Exploração mineral encontra resistência
17/09/2019
TERRAS RARAS | Painel debate potencial econômico
17/09/2019
BARRAGENS | Ibram lança Guia de Boas Práticas
12/09/2019
INVESTIMENTOS | Governo promete segurança jurídica
12/09/2019
INFRAESTRUTURA | Arnaldo Jardim quer investimentos
12/09/2019
ACIDENTES | Castelo Branco rebate demonização