19/02/2018
BARCARENA

Hydro nega vazamento em bacia de rejeitos

As fortes chuvas que caíram na região de Barcarena (PA), provocaram inundações na área industrial da Hydro Alunorte, maior refinaria de alumina do mundo. Segundo denúncias veiculadas em jornal de Belém, as chuvas teriam provocado o transbordamento de uma das bacias de rejeitos do processamento da bauxita. O vazamento, no entanto, foi negado pela empresa, que informa ter recebido, nos dias 17 e 18 de fevereiro, visitas de autoridades ambientais do município e do Estado, além do Ibama. Em comunicado, a Hydro informou que “as inspeções comprovaram a integridade das instalações” e que “não houve qualquer transtorno nos depósitos de resíduos sólidos da refinaria”.

A empresa admite, no entanto, que houve vertimento sobre a barragem, devido ao excesso de chuva, mas que o material líquido foi canalizado para as bacias de sedimentação e “posteriormente para as estações de tratamento de efluentes industriais”, para lançamento no Rio Pará.

Sobre as denúncias de que as ruas da cidade teriam sido inundadas com água avermelhada, a Hydro afirmou que isto se deve ao fato de a maioria dessas ruas não serem pavimentadas “e a água ganha um tom avermelhado, em função do tipo de solo característico da região”.

Veja também

23/05/2019
BARÃO DE COCAIS | Medidas de emergência em Gongo Soco
15/05/2019
BARRAGENS | CSN fará descomissionamento
15/04/2019
BARRAGENS | Mosaic pede mais tempo para laudo
15/04/2019
MINAS GERAIS | As barragens e o futuro da mineração
04/04/2019
BARRAGENS | ONU define padrões globais
04/04/2019
FISCALIZAÇÃO | Governo fortalece atuação em barragens
04/04/2019
SEGURANÇA | ANM vai interditar barragens